Políticos nos EUA começam a usar Snapchat em campanha eleitoral


Martin O’Malley, atual governador de Maryland, deixou o clima de suspense no ar ao mandar um snapchat para seus seguidores escrito “fiquem atentos no dia 30 de maio”, quando o político anunciará se será ou não o representante do partido republicano nas próximas eleições.

O’Malley, principal nome para enfrentar Hillary Clinton, é mais um do grupo de políticos que está experimentando usar o Snapchat, aplicativo de mensagem que ficou muito popular no último ano. A equipe do político acredita que usar o app, junto com o Periscope, que faz streaming, é um bom meio de engajar a audiência. Eles pretendem postar fotos e vídeos de O’Malley fazendo atividades cotidianas, como por exemplo, tocando guitarra.

O senador Rand Paul, que também é candidato à nominação do partido Republicano, já vem usando o serviço há mais de um ano e meio, na tentativa de ter maior suporte do público jovem. Outras campanhas políticas que usarão o Snapchat estão sendo estruturadas.

Essa tendência não é a única novidade do aplicativo. O Snapchat contratou o repórter da CNN, Peter Hamby, para cuidar da sua divisão de notícias. O app está se aprimorando para 2016 e pretende ter serviços mais parecidos com o Twitter e o Youtube.

O conselheiro sênior do Campaign Legal Center, Paul S. Ryan, afirma que todo ciclo eleitoral tem novas tecnologias para adotar, então, não há nenhuma grande novidade. Porém, o Snapchat tem particularidades que chamam atenção. O que fez com que o aplicativo se tornasse popular entre os jovens é o fato de que as mensagens desaparecem em uma questão de segundos.

Ryan acredita que as mensagens rápidas podem ser interessantes, porque quem recebe a mensagem não pode examina-la por um longo tempo. “Você pode examinar o que está arquivado, como um email ou um tweet. Não é o caso do Snapchat”, declarou o senador ao site Fusion.

O porta-voz de Ryan disse ao site que o senador vê o aplicativo como uma ferramenta essencial para que o Partido Republicano aumente sua base de votos. A equipe foi a primeira a criar uma conta no Snapchat para o político e perceber que é um meio eficiente de atingir os jovens e engaja-los.

(Fonte: forbes.com.br)

Seja o primeiro a comentar on "Políticos nos EUA começam a usar Snapchat em campanha eleitoral"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*