Roraima: Ribeirinhos recebem atendimentos de saúde durante 16 dias


Ribeirinhos de 16 comunidades do Baixo Rio Branco, no Sul de Roraima, na divisa com o Amazonas, irão receber a partir do próximo sábado, 7, diversos atendimentos da Caravana Saúde do Povo. Nesta quinta-feira, 5, a equipe iniciou a viagem à localidade, que devido à logística levada pelo programa, só pode ser acessada por via fluvial.

Dada à distância, a equipe da Sesau (Secretaria Estadual de Saúde), composta por quase 30 servidores da Saúde, embarcou no porto de Caracaraí nesta quinta-feira, e segue para a região em uma viagem que dura uma média 24 horas de ida e três dias de volta, após 16 dias de atendimentos na região. Em 2015 a caravana Saúde do Povo realizou 3.329 atendimentos, mas a expectativa neste ano é superar este número.

O secretário estadual de Saúde, César Penna, explicou que como a região é de difícil acesso e o deslocamento até a cidade é complicado, o Governo do Estado tem reunido esforços para atender os moradores em suas próprias comunidades. “Outra prova de que a região é uma prioridade para este Governo e a Sesau já está realizando um levantamento para uma reforma completa da unidade de Santa Maria, o que irá beneficiar a todas as comunidades vizinhas”, pontuou.

Cinco médicos fazem parte da equipe: um clínico geral, um ginecologista, um cardiologista, um pediatra e um urologista.  Também haverá atendimentos por dois dentistas, acompanhados por dois ACD’s (Auxiliar de Consultório Dentário) e sete técnicos de enfermagem. Haverá aferição de pressão arterial, glicemia, peso, diabetes, curativo e até mesmo pequenas cirurgias. Também haverá um microscopista para a realização do teste para malária. Dois técnicos para aplicação das vacinas que compõem o esquema do programa de imunizações completam a equipe.

Os atendimentos ocorrerão nas escolas, podendo ser realizados em outros locais ou no próprio barco, 24 horas por dia e iniciando na Unidade Mista, Rosa Vieira, em Santa Maria do Boiaçú, seguindo para as outras 15 comunidades. Isso depende das condições na região (que constantemente sofre com alagamentos devido ao crescimento do do nível do rio), para garantir que todos que precisam de consultas sejam examinados.

Após as consultas, os ribeirinhos terão acesso a uma farmácia com medicamentos básicos que serão distribuídos conforme prescrição médica. Serão percorridas as comunidades Santa Maria do Boiaçu, Santa Maria Velha, Sacaí, Terra Preta, Lago Grande, Canauani, Cachoeirinha, Caicubi, Panacarica, Remanso, Floresta, Itaquera, Samaúma, Xixuaú, Dona Cota e Bela Vista, que encerra o cronograma de atendimentos.

Seja o primeiro a comentar on "Roraima: Ribeirinhos recebem atendimentos de saúde durante 16 dias"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*