Governo de Goiás financia projeto de inovação tecnológica

Governador Marconi Perillo


A empresa goiana FLJ Comércio e Serviços Ltda ME – Posso Mais recebeu R$ 672 mil para do programa Inovacred da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), empresa do governo federal de fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação. O repasse foi feito pelo governador Marconi Perillo no Palácio Pedro Ludovico Teixeira: “Nos reunimos aqui sobretudo pela convicção de que para crescer mais é preciso inovar sempre”, disse o governador, ao reforçar a importância deste que é o primeiro projeto de inovação tecnológica financiado com dinheiro público em Goiás.

O projeto da empresa goiana trata do desenvolvimento de um aplicativo para fidelização de clientes. Quando um produto da rede de clientes do aplicativo é comprado, o consumidor acumula pontos, que são trocados por produtos de outras empresas parceiras. Sócio-diretor da Posso Mais, Fábio Pertence afirmou que, além do programa desenvolvido por sua empresa, apenas três softwares com o mesmo fim operam no Brasil. “E todas utilizam plataformas (tecnológicas) de empresas multinacionais estrangeiras. Já nós desenvolvemos códigos (próprios). É a nossa plataforma”, comemorou.

De acordo com Fábio Pertence, 70 empresas parceiras já são clientes do App que leva o nome de sua instituição. Ele explica que 200 mil goianienses já ativaram o Posso Mais em seus smartphones. “Graças ao Inovacred e ao Governo de Goiás”, agradeceu. “A gente vai crescer. Esse empréstimo vai alavancar nossa empresa. Não fosse o aporte da GoiásFomento, caminharíamos a passos lentos. Com o fomento, podemos dar passos largos”, observou.

Parceria
O programa é resultado de parceria entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Goiás Fomento e a Finep. Diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Finep, Rodrigo Fonseca explicou que o recurso abriu o caminho em Goiás para novos projetos. A Finep contabiliza mais de 100 financiamentos no Brasil inteiro. “Conforme nosso convênio com a Goiás Fomento e a Fapeg, temos R$ 10 milhões disponíveis para projetos de inovação de Goiás. Mas, dependendo da demanda, este valor pode chegar a R$ 50 milhões. A gente sabe que inovação é o que faz a diferença para o desenvolvimento econômico.”

Para o governador, a inovação tem papel especial na consolidação do desenvolvimento de médio e longo prazos. “Participo de reuniões, onde inauguramos obras de R$ 1 bi, de R$ 300 milhões, de R$ 100 milhões. Aí entregamos um cheque de R$ 672 mil e as pessoas dizem: ‘Um evento para inaugurar uma grande obra é muito significativo’. E eu digo ‘é verdade’. Mas esse momento talvez seja mais significativo do que a entrega de uma grande obra. Estamos aqui plantando uma semente para o futuro”, avaliou.

Durante a solenidade, nesta quarta-feira, dia 24, GoiásFomento e Fapeg firmaram convênio que vai agilizar a tramitação de processos de empresas que desejarem novos financiamentos. “Inovação é uma coisa muito importante para qualquer estado que queira se desenvolver”, afirmou Humberto Tannús, presidente da GoiásFomento. A presidente da Fapeg, Maria Zaíra Turchi, explicou que a entidade possui um banco de consultores que auxiliarão a Goiás Fomento na análise dos projetos

Seja o primeiro a comentar on "Governo de Goiás financia projeto de inovação tecnológica"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*