Após o Impeachment, Dilma pretende descer a rampa com movimentos sociais e fazer discurso de que é vítima de um golpe


Ao ser notificada da decisão do Senado, a presidente Dilma Rousseff pretende descer a rampa do Palácio do Planalto acompanhada de movimentos sociais.

A expectativa da equipe presidencial é que cerca de 10 mil apoiadores, convocados pela Frente Brasil Popular, participem do ato. Dilma pretende fazer um discurso, na ocasião, reafirmando que é vítima de um golpe.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou em Brasília no final da manhã desta terça-feira e vai almoçar com Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada.

Os dois devem discutir estratégias políticas e a conjuntura após o afastamento de Dilma pelo Senado nesta quarta-feira, que é dado como certo.

Pessoas próximas a Lula dizem que ele anda abatido com a derrocada do governo; com o fato de não ter conseguido virar votos na Câmara a favor de Dilma; e com a denúncia oferecida contra ele, pela Procuradoria Geral da República, no inquérito que investiga se houve tentativa de comprar o silêncio e evitar a delação de ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

 

Seja o primeiro a comentar on "Após o Impeachment, Dilma pretende descer a rampa com movimentos sociais e fazer discurso de que é vítima de um golpe"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*