OPINIÃO | A verdade das contas públicas começa aparecer


Por Andréa Dutra


O presidente Michel Temer irá ao Congresso para defender “realismo” da nova meta fiscal. Isso vai acontecer na segunda-feira 23. Ele vai entregar pessoalmente a proposta de nova meta fiscal para este ano, com previsão de déficit de R$ 170,5 bilhões.

Uma hora a verdade tinha que aparecer. Foram anos de mentiras. E maquiagem das contas públicas.

Temer se reuniu hoje com a equipe econômica antes de o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, anunciar os números. Após apresentar a proposta ao Congresso, o presidente dará uma entrevista coletiva, a primeira desde que assumiu a Presidência da República.

A decisão de ir ao Congresso foi tomada hoje por Temer na tentativa de demonstrar respeito ao Legislativo. Ouro motivo para se comemorar. Os poderes devem conviver harmonicamente.

Ao Congresso cabe votar a nova meta. Temer quer sensibilizar os parlamentares sobre a necessidade da aprovação de medidas econômicas importantes para o novo governo, a começar pela meta fiscal.

Na entrevista, Temer será acompanhado quatro ministros. O objetivo é apresentar ao país uma análise “realista” dos números que recebeu da gestão da presidenta afastada Dilma Rousseff.

Além de Meirelles, participarão da entrevista os ministros do Planejamento, Romero Jucá; da Casa Civil, Eliseu Padilha; e da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

O Brasil precisa saber a verdade.

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar on "OPINIÃO | A verdade das contas públicas começa aparecer"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*