Corredor Cultural homenageia cantora Clemilda em nova exposição


Em alusão à chegada dos festejos juninos, a Secretaria de Estado da Cultura (Secult), lançará na próxima terça-feira, 31, a exposição “Clemilda – Pro Forró Ficar Gostoso”, em homenagem a artista que completaria 80 anos em 2016. A exposição será realizada no Corredor Cultural Wellington dos Santos “Irmão”, localizado na sede da Secult.

A exposição será composta por telas de Adauto Machado, Félix Mendes, Joel Dantas, Otávio Luiz, Kalvero, esculturas de Abraão, Beto Ribeiro e Keninho, e fotografias de Marcel Nauer e Tanit Bezerra. Além disso, a mostra destinará Menção Honrosa a diversas personalidades do forró dentro do estado, como: Amorosa, Antônio Carlos Du Aracaju, Edgar do Acordeon, Erivaldo de Carira, Luiz Paulo, Paulo Correia, Raimunda Andrelina, Robertinho dos Oito Baixos (filho da Clemilda), Rogério e Waltinho do Acordeon. O lançamento está marcado para às 11h, no Corredor Cultural Irmão, que fica na rua Vila Cristina, 1051, bairro 13 de Julho, Aracaju.

Sobre a homenageada

Nascida em 1º de setembro de 1936 no município de São José da Lage, Alagoas, Clemilda Ferreira da Silva foi uma das personagens mais importantes do forró. Dona de um timbre de voz único, Clemilda foi uma das mais importantes representações femininas dentro do forró, com o programa “Forró no Asfalto”, na Rádio e TV Aperipê, que permaneceu no ar por quase 30 anos. Além disso, a cantora registrou músicas do folclore gravadas durante toda a sua carreira, com ritmos do reisado, guerreiro, vaquejada, coco, marchinha, ciranda, cantiga de roda, dança do Toré (dança indígena), xote, xaxado, baião. Ela faleceu no dia 26 de novembro de 2014.

Seja o primeiro a comentar on "Corredor Cultural homenageia cantora Clemilda em nova exposição"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*