Programa SC Rural completa cinco anos com mais de R$ 600 milhões de investimentos na agricultura familiar

O programa SC Rural do Governo do Estado está completando cinco anos com a marca de mais de R$ 600 milhões destinados a apoiar projetos que melhorem a produtividade da agricultura familiar nos meios rural e pesqueiro. Um exemplo é Lazaro José da Cunha, produtor de laranjas que acessou o SC Rural para aquisição de maquinário. Sua propriedade fica no interior de Chapecó - 06/2016. Foto: Julio Cavalheiro/Secom


Chapecó (SC) – O programa SC Rural do Governo do Estado está completando cinco anos com a marca de mais de R$ 600 milhões destinados a apoiar projetos que melhorem a produtividade da agricultura familiar nos meios rural e pesqueiro. Mais de 11 mil famílias em todo o estado já foram contempladas.

No interior de Chapecó, está um exemplo de como o programa pode transformar a pequena propriedade em um negócio lucrativo. Lazaro José da Cunha é um produtor de laranjas que acessou o SC Rural para aquisição de maquinário. O equipamento está instalado no galpão que fica aos fundos da casa, a máquina lava, seca e entrega as laranjas polidas e já classificadas por tamanho. “Facilitou o nosso trabalho e melhorou a qualidade do produto que entregamos para os mercados da cidade”, contou o produtor.

O investimento passa dos R$ 60 mil e só foi possível de ser realizado porque seu Lázaro conseguiu metade desse valor junto ao SC Rural. “Se não fosse essa oportunidade, eu teria que esperar no mínimo mais dois anos para adquirir a máquina, e isso poderia me custar a perda de clientes, já que não estavam mais aceitando o padrão que eu conseguia atingir com o trabalho manual”, comparou seu Lázaro.

O agricultor que já trabalhou com a produção de grãos e leite, agora não abre mão do pomar. Com as mãos cheias de laranja, ele é rápido nas contas e logo explica as vantagens da opção que escolheu. “Cinco laranjas dão um quilo, o equivalente a um litro de leite, as laranjas me rendem R$ 1, o litro de leite ainda não”. Seu Lázaro tem colhido, em média, 300 toneladas de laranjas por ano, e com as variedades que tem no pomar, consegue colher o ano todo. “No verão, nem no domingo temos folga, temos entregas praticamente todos os dias da semana”. É para o fim do ano que ele projeta receber um valor ainda maior pelas frutas.

“Com dedicação, a ajuda da natureza e o apoio do Governo do Estado, estou conseguindo fazer da minha propriedade um negócio de valor. É esse estímulo que me faz buscar novos desafios e continuar investindo”, afirmou.

Criação de trutas e pousada rural no Sul

Na outra ponta do Estado, no Sul, os jovens irmãos Giovani e Beatriz Ariati desenvolveram projetos para aumentar a produção. Ele investiu em melhorias na criação de trutas e ela ampliou as instalações de uma pousada rural. Com a construção de novos chalés, a capacidade de acomodação dos hóspedes aumentou e o resultado já é o registro de um incremento de 40% no faturamento do negócio familiar.

“Quem está no campo hoje, está recebendo muito incentivo. Se a gente acredita que o negócio vai dar certo, não pode desistir, porque vai dar certo”, relatou o jovem Giovani Ariati, que avalia o programa SC Rural como uma das mais importantes ferramentas de acesso a recursos para aumentar a renda e os investimentos na pequena propriedade.

De acordo com o secretário executivo do programa SC Rural, Julio Cesar Bodanese, aproximadamente 130 mil famílias catarinenses vivem no meio rural, o que reforça o compromisso do Estado em oferecer a infraestrutura necessária para manter o modelo catarinense de produção agrícola. “Temos um exemplo de agricultura familiar competitiva e qualificada que é uma referência para o país, e em cinco anos de SC Rural conseguimos contribuir para o sucesso da gestão nas pequenas propriedades”, avaliou Bodanese.

O SC Rural

O Programa SC Rural teve início em 2011 e termina em junho de 2017. É executado pelo Governo do Estado, em parceria com o Banco Mundial, e destina recursos não reembolsáveis a empreendimentos da agricultura familiar, mediante contrapartida dos beneficiários. Os empreendimentos apoiados abrangem atividades agrícolas ou não agrícolas (como o turismo rural) por meio de projetos de caráter estruturante, de melhorias de sistemas produtivos ou planos de negócios, além de outras ações implementadas por cooperativas e associações de agricultores familiares.

O SC Rural é coordenado pela Secretaria da Agricultura e da Pesca e, por envolver atividades multissetoriais, é executado por diversas instituições: Epagri, Cidasc, Fatma, Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes, Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Secretaria de Infraestrutura.

O secretário de Estado da Agricultura e Pesca, Moacir Sopelsa destaca a representatividade do setor e a força do trabalho no campo que fazem de Santa Catarina o quinto maior produtor de alimentos do país com pouco mais de 1% da extensão do território nacional. “Nosso papel é incentivar que o produtor continue trabalhando com qualidade, que o jovem se sinta estimulado em permanecer no campo e que a pequena propriedade possa dar lucro”, afirmou.

Seja o primeiro a comentar on "Programa SC Rural completa cinco anos com mais de R$ 600 milhões de investimentos na agricultura familiar"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*