No Recife, Dilma diz que não pretende negociar pacto sem retomar mandato


Recife (PE) – Em visita ao Recife, a presidenta afastada Dilma Rousseff disse nesta sexta-feira  (17) que não pretende negociar um pacto nacional ou antecipação de novas eleições sem que retome o mandato presidencial. “Não haverá hipótese, em nenhum momento, de aceitarmos, sem o retorno da presidenta eleita por 54,5 milhões de votos ao governo, discutir qualquer pacto. Não há pacto possível com governo ilegítimo, governo que é provisório”, afirmou Dilma, ao ser questionada sobre qual estratégia usada para conquistar mais votos de senadores contrários ao impeachment.

A presidenta afastada não detalhou as negociações no Senado e limitou-se a dizer que “estamos dialogando”. Questionada sobre a dificuldade de governabilidade caso volte ao cargo, Dilma respondeu: “Não é uma questão relativa ao meu mandato, nem relativa a voltar. Não é porque eu volto que as condições são complexas. Acho que há, cada vez mais, a consciência de que o pacto que governou o Brasil desde 1988, a partir da Constituição cidadã, foi rompido e dilacerado. Então, vamos ter que necessariamente reconstruir os processos democráticos no Brasil.”

Dilma deu entrevista depois de participar de ato fechado no auditório da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A presidenta afastada foi convidada a participar pelo Comitê “Em defesa da democracia”, formado por professores, alunos e técnicos da instituição e das universidades Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e de Pernambuco (UPE), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

 

Seja o primeiro a comentar on "No Recife, Dilma diz que não pretende negociar pacto sem retomar mandato"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*