TO: Emendas parlamentares para a Saúde devem ser liberadas nas próximas semanas

O ministro Ricardo Barros garantiu, para as próximas semanas, a liberação de recursos referentes às emendas parlamentares impositivas de 2014 e 2015. (Foto: Pedro Barbosa)


Palmas (TO) – Em momento de planejamento de uma nova etapa no governo federal, o governador Marcelo Miranda e a bancada de apoio no Congresso Nacional trabalham para incluir os projetos do Tocantins entre as prioridades dos ministérios. Nessa quarta, 15, e quinta-feira, 16, Marcelo Miranda esteve em mais três reuniões com ministros, em Brasília (DF), acompanhado pelos deputados federais Lázaro Botelho e César Halum.

No Ministério da Saúde, o ministro Ricardo Barros garantiu, para as próximas semanas, a liberação de recursos referentes às emendas parlamentares impositivas de 2014 e 2015. As emendas se destinam, em sua maioria, a atender os municípios e, algumas, para os hospitais estaduais, como o Hospital Geral de Palmas, para aquisição de equipamentos oftalmológicos, e ao Hemocentro em Palmas, além de adequações em unidades de saúde.

Outra vitória do governo Marcelo Miranda no Ministério foi o reconhecimento da necessidade de atualização dos valores de remuneração de leitos, que estavam sendo pagos como enfermaria e terão os valores reajustados para Unidade Intensiva. Essas atualizações serão destinadas à área materno-infantil, às unidades intensivas, dentre outras. O Ministério ajustou ainda a parceria com o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), para a realização de mutirões cirúrgicos a partir do mês de julho.

A saúde foi pauta também da reunião com o ministro da Educação, José Mendonça, devido ao processo de transferência do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), localizado em Araguaína, para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). A transferência do HDT já está em curso. Na reunião desta quinta-feira, foi pactuado que, nos próximos três meses, o Estado se responsabilizará apenas pela manutenção dos profissionais e o Ministério assumirá os custos operacionais. À medida que a equipe da EBSERH assumir os postos de trabalho, os profissionais do Estado, que atuam no HDT, serão remanejados para atender às necessidades da população em outras unidades.

Seja o primeiro a comentar on "TO: Emendas parlamentares para a Saúde devem ser liberadas nas próximas semanas"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*