Governo e Embaixador da União Europeia visitam quilombo no Maranhão

Secretário Gerson Pinheiro e o embaixador da União Europeia visitaram comunidade quilombola em Itapecurua-Mirim. Foto: Divulgação

A pequena comunidade quilombola de Felipa, município de Itapecuru-Mirim amanheceu o dia em festa realizada na última semana.

O motivo da alegria era a visita do secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro, da secretária-adjunta, Socorro Guterres, que acompanharam o embaixador da União Europeia, João Gomes Cravinho, a presidente do Instituto Marquês do Valle Flor (IMVF), Hermínia Ribeiro, a presidente da Aconeruq, Maria José Palhano e outras lideranças quilombolas.

O motivo da visita foi o projeto Ká-Amubá, uma iniciativa da Aconeru, implementada pelo IMVF e cofinanciado pela União Européia. O projeto Ká-Amubá prevê a promoção de tecnologias de economia solidária em áreas de 17 quilombos no Maranhão em nove municípios das regiões dos Cocais, Baixo Parnaíba, Lençóis e Munin e Vale do Itaperucu, beneficiando diretamente 300 quilombolas (agricultores, criadores pecuários e extrativistas), 20 quilombolas beneficiários do eixo de capacitação de técnicos agrários e sociais e indiretamente 1500 famílias em suas respectivas comunidades, cerca de 5390 pessoas.

O projeto tem como objetivo geral contribuir para a redução da pobreza e para a promoção do desenvolvimento socioeconômico das comunidades quilombolas e como objetivos específicos a promover o aumento da geração de renda familiar e a melhoria das condições de salubridade das comunidades rurais quilombolas maranhenses beneficiárias do projeto, apostando no reforço das atividades produtivas locais com base em princípios de economia solidária e inclusão social.

Em Felipa foi inaugurada a fábrica agroindustrial de produção de farinha de mandioca da comunidade, da comunidade totalmente equipada e com os cuidados com a higiene na manipulação do produto.

A senhora Nielza Nascimento, moradora da comunidade agradeceu a presença do embaixador na sua comunidade e disse que “nós já sofremos muito com nossa antiga casa de farinha que não tinha nenhuma estrutura, mas agora a comunidade está de parabéns porque tivemos o apoio para produzir farinha com qualidade numa fábrica com todos os equipamentos necessários”.

Secretário Gerson Pinheiro e o embaixador da União Europeia visitaram comunidade quilombola em Itapecurua-Mirim. Foto: Divulgação

Secretário Gerson Pinheiro e o embaixador da União Europeia visitaram comunidade quilombola em Itapecurua-Mirim. Foto: Divulgação

Esta é a primeira visita oficial do embaixador da União Europeia no Brasil, João Cravinho, ao projeto Ká-Amubá. Em Felipa o embaixador agradeceu a recepção do povo da comunidade e afirmou que “a União Europeia apoia o projeto com 700 mil euros, mas o maior valor está na oportunidade que se cria para melhorar a vida dos quilombolas com a realização do trabalho conjunto e superação das dificuldades, gerando solidariedade e um futuro melhor”.

O secretário Gerson Pinheiro disse da intenção do governo do Estado em promover e fazer mudança no modelo de desenvolvimento do Maranhão, investindo nas comunidades quilombolas. “Nós precisamos de um modelo de desenvolvimento que tenha como ponto de partida aquilo que já temos e fazemos: a nossa forma de produzir e o nosso jeito de trabalhar. Já produzimos farinha, plantamos arroz, criamos peixe, coletamos frutas como juçara, bacaba, bacuri, o coco babaçu e tantas outras, mas é preciso tecnologia, melhorar a forma de produzir e principalmente ligar a produção dos quilombolas ao mercado consumidor”.

Seja o primeiro a comentar on "Governo e Embaixador da União Europeia visitam quilombo no Maranhão"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*