Cielo e Braspag anunciam primeiros testes com tecnologia que liga objetos à internet


Novidade proporciona a experiência de compra por meio de um botão conectado, tecnologia que permite que pedidos de compra sejam feitos a partir de qualquer objeto

São Paulo (SP) – Com a proposta de levar o e-commerce a qualquer lugar, a Cielo, líder em pagamentos eletrônicos na América Latina, e a Braspag, empresa do grupo Cielo, anunciam os primeiros testes no Brasil da experiência de compra por meio de um botão conectado, tecnologia que permite que pedidos de compra sejam feitos a partir de qualquer objeto, incorporando o conceito de Internet das Coisas (IoT).

Na prática, será possível comprar produtos com apenas um clique, sem sair de casa ou precisar acessar qualquer loja virtual. A partir do segundo semestre, a tecnologia entra em piloto com cerca de 100 consumidores cariocas da Organomix, empresa distribuidora de produtos orgânicos. Até o final do ano, estará disponível para todo o mercado brasileiro.

A novidade vem logo após a Cielo ter lançado sua plataforma aberta Cielo LIO, um terminal inteligente de pagamentos e gestão de negócio, e é mais um passo na direção da integração entre os mundos físico e online para o varejo brasileiro, revolucionando a experiência de compra na ponta. “Acreditamos na inovação como driver do nosso negócio. Preparamos a ‘estrada’ para que a internet das coisas se torne uma realidade no Brasil”, afirma Danilo Caffaro, vice-presidente de Produtos e Negócios da Cielo.

“A novidade tem potencial para revolucionar as compras online, sendo um passo fundamental para o e-commerce brasileiro ao proporcionar mais facilidade e conveniência ao consumidor e maior conversão de vendas ao lojista. A internet das coisas tem grande potencial de agregar ao comércio online as compras recorrentes, como de itens de limpeza e alimentos, que tradicionalmente são feitas em comércios físicos”, afirma Gastão Mattos, CEO da Braspag.

Como funciona

A tecnologia terá duas modalidades de uso. A primeira, associada a um botão físico, que poderá ser instalado no local desejado pelo consumidor. Ele poderá programá-lo para comprar um determinado produto, deixando já configurada a quantidade por meio de um pré-cadastro, em que também serão fornecidos dados pessoais, dados do cartão de crédito e endereço de entrega – tudo armazenado de maneira criptografada e segura. Ao apertar o botão, o pedido é gerado automaticamente e entregue no endereço cadastrado.

Na segunda modalidade, o fluxo é semelhante, mas sem a necessidade do botão físico. Ele é substituído por um aplicativo para smartphone, que também aciona compras pré-cadastradas por meio de apenas um clique. Para confirmar o pedido ao cliente, a loja poderá enviar um e-mail, como já fazem hoje os principais varejistas online do Brasil.

A plataforma interpreta a mensagem de pagamento vinda de qualquer dispositivo, por meio das APIs de pagamento. “O nosso objetivo é entregar ao usuário final a experiência de compra mais fluida possível. A inteligência está em gerar o pedido automático e facilitar a etapa do pagamento, tornando-a praticamente imperceptível ao consumidor”, complementa Mattos.

Seja o primeiro a comentar on "Cielo e Braspag anunciam primeiros testes com tecnologia que liga objetos à internet"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*