Alunos da rede pública de Brasília são destaque nos Jogos Mundiais Escolares

Aluna do Centro de Ensino Médio 804, no Recanto das Emas, Ester Moura, foi ouro no atletismo na Turquia. Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Ester Moura, do Centro de Ensino Médio 804 do Recanto das Emas, foi ouro no atletismo. Torneio ocorreu em julho na Turquia

Brasília (DF) – Estudantes da rede pública de ensino de Brasília conquistaram cinco medalhas na 16ª Gymnasíade, os Jogos Mundiais Escolares. Vencedor entre as 40 nações participantes, o Brasil obteve 128 medalhas — 57 de ouro, 32 de prata e 39 de bronze. O torneio estudantil foi em Trabzon, na Turquia, de 11 a 18 de julho, e contou com a presença de 230 atletas do País, sendo 12 de Brasília.


Um dos prêmios de primeiro lugar chegou ao DF pelas mãos de Ester dos Santos de Moura, de 16 anos, aluna do Centro de Ensino Médio 804 do Recanto da Emas. “Foi a maior alegria da minha vida”, conta a jovem, que sonha disputar os Jogos Olímpicos. Ela entrou no atletismo em 2013, quando praticava no Centro Olímpico e Paralímpico do Recanto das Emas. Ao perceber que tinha potencial para o esporte, a menina começou a participar de corridas de rua e outras competições, mas com um objetivo diferente. “Eu competia para ganhar prêmios. Já consegui umas três bicicletas”, diverte-se.

A aluna foi convocada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar para participar da seletiva em Belo Horizonte (MG) e conquistou bronze nos 200 metros e ouro no revezamento, o que garantiu a vaga nos Jogos Mundiais Escolares. Quando chegou à Turquia, a corredora treinou alguns dias para se acostumar com as condições climáticas e conseguiu a medalha de ouro no revezamento dos 100 metros. “É uma honra ter esse título.”

Para o pai da jovem, Hilton de Moura, a vitória foi motivo de muito orgulho. “Achamos maravilhoso ela representar o Brasil dessa forma”, alegra-se o morador do Recanto das Emas. Enquanto a adolescente disputava o torneio, a família temeu que algo ruim pudesse acontecer com ela devido à tentativa de golpe militar pela qual passou o governo turco. “Ficamos preocupados, apreensivos, mas ela conversou com a gente por vídeo e nos tranquilizou”, conta o pai.

Quem também integrou o grupo vencedor do atletismo foi a estudante do Centro Educacional 2 de Sobradinho Larissa do Livramento Pereira, de 17 anos. “Foi uma experiência incrível, um grande incentivo para próximas oportunidades”, diz a jovem, que viajou como reserva. Larissa treina desde os 12 anos, de segunda a sábado, e estuda para entrar na faculdade de educação física.

Medalha de ouro no judô feminino

A outra medalha de ouro foi conquistada pela judoca Luana Coelho da Costa, de 17 anos, aluna do Centro Educacional 14 de Ceilândia. Entre os dez estudantes da rede pública que entraram na disputa pelo judô feminino estava Luiza Cristina Mota, de 17 anos. A aluna do segundo ano do Centro de Ensino Médio 3 de Ceilândia conquistou o quinto lugar na disputa.

“Fiquei sabendo dos jogos duas semanas antes da seletiva [em maio]”, conta. Luiza treina desde os 9 anos de idade.  “Foi minha primeira competição internacional, uma grande oportunidade de ganhar experiência como atleta”, disse. Apaixonada pelo esporte, a rotina da aluna inclui musculação, treino aeróbico e judô, além de cursos de capacitação na área de multimídia e das aulas do ensino médio. “Tudo faz parte do grande sonho, que é ser atleta profissional”, conclui.

Dois bronzes no judô e um no caratê

Três medalhas de bronze também chegaram a Brasília. Os prêmios foram conquistados pelos judocas Arley Rodrigues da Silva, do Centro de Ensino Fundamental 1 de Sobradinho, e Pedro Augusto Souza Silva, do Centro Educacional do Lago Sul, e pelo carateca Gabriel Hardy Souza, do Centro Educacional 3 de Sobradinho.

A Turquia, segunda colocada na disputa, ficou com 119 medalhas no total: 47 de ouro, 45 de prata e 27 de bronze. A terceira colocação foi para a França, com 15 medalhas de ouro. A próxima Gymnasíade será em Rabat, no Marrocos, em 2018.

Seja o primeiro a comentar on "Alunos da rede pública de Brasília são destaque nos Jogos Mundiais Escolares"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*