Feira do livro de Brasília debate imigração e homenageia professores


A 32º Feira do Livro de Brasília recebe entre hoje (24) o 1º Encontro Nacional de Escritores Jovens. O evento é realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães e marca o último fim de semana da feira. Segundo a organização, cerca de 40 escritores de 8 a 30 anos vão trocar experiências, autógrafos, realizar oficinas, e participar da maratona de lançamento de livros.

A programação deste fim de semana inclui palestras, bate-papos, além de lançamentos e apresentações. Ao todo, a feira realizará cerca de 300 eventos simultâneos. A previsão é de que 300 mil pessoas passem pelo local.

A escritora Clarice Lispector esteve entre os temas de conversa deste sábado. Para este domingo, às 15h, está prevista uma discussão sobre a imigração, com Jéssica Paula e Raul Larrosa Balesta. A culinária será tema da roda de conversa, às 17h, com “Gastronomia e literatura”, com Iara Lemos. O último encontro desta rodada tratá de cinema, com o debate “Da sexta para a sétima arte: a ponte entre a literatura e o cinema como recursos didáticos”, com Gilvan Charles Cerqueira de Araújo.

Professores

Os grandes homenageados da edição são os professores, com o tema “Meu mestre, meu livro”. Para ressaltar a importância desses profissionais, a feira tem, logo na entrada, um mural para quem desejar escrever um recado para um professor querido.

“Logo no início, quando tomamos a decisão de fazer a feira, lembramos imediatamente dos professores. Decidimos aceitar esse desafio de fortalecer a imagem do professor, que nem sempre é remunerado de forma justa”, informou Cleide Soares, uma das coordenadoras da 32ª Feira do Livro.

Seja o primeiro a comentar on "Feira do livro de Brasília debate imigração e homenageia professores"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*