Exame de papanicolau sai de edita de concurso do Corpo de Bombeiros do DF


Por determinação do governador Rodrigo Rollemberg, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal retificou o Edital nº 001 do concurso para selecionar novos combatentes para a corporação. A mudança está no subitem 11.2.3.1.2, que trazia a seguinte redação: “A candidata que possuir hímen íntegro está dispensada de apresentar o exame de colpocitopatologia oncótica [o preventivo conhecido como papanicolau], desde que apresente atestado médico”.

O novo texto dispensa a apresentação do exame referido caso a candidata exiba laudos assinados por médicos ginecologistas ou obstetras que comprovem não ter restrições listadas na alínea n do subitem 11.2.1.3 do edital. A mudança atende a uma gestão da secretária da Segurança Pública e da Paz Social, Márcia de Alencar Araújo. A retificação foi assinada pelo presidente da Comissão Permanente dos Concursos, coronel dos Bombeiros Reginaldo Ferreira de Lima.

O certame vai ofertar 779 vagas: 115 para oficiais combatentes, 20 para oficiais médicos, 4 para oficiais cirurgiões-dentistas, 20 para oficiais do quadro complementar, 448 para combatentes, 112 para motoristas de viaturas, 55 para mecânicos de veículos e 5 para mecânicos de aeronaves.

Seja o primeiro a comentar on "Exame de papanicolau sai de edita de concurso do Corpo de Bombeiros do DF"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*