Governo do Amapá, União e Suframa iniciam debates sobre potencial econômico do Estado

Foto: Divulgação

Uma rodada de debates sobre a Zona Franca Verde (ZFV) do Amapá, com objetivo de fomentar o potencial econômico do Estado, teve início nesta quinta-feira, 11, no Palácio do Setentrião. O secretário de Inovação do Ministério do Desenvolvimento, Industria e Comércio Exterior (MDIC), Rafael Moreira, e o superintendente adjunto de Planejamento Regional da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Marcelo Pereira, se reuniram com o governador Waldez Góes e equipe de governo, nesta manhã, para iniciar as discussões sobre o tema.

Durante dois dias, o grupo participará de uma ampla agenda que ainda inclui palestras, visitas técnica e novas rodadas de debates, com o foco principal na inovação e cadeias de alta tecnologia no Estado.

O debate iniciou com uma palestra sobre a Lei de Informática Nacional e Regional e a inserção do Amapá nesta lei. MDIC e Suframa apresentaram um projeto que envolve desenvolvimento, pesquisa e inovação, com viés na geração de novos negócios, emprego e renda de qualidade, além da estruturação de empresas de base tecnológica no Estado, com investimento previsto em R$ 8 milhões.

O governador Waldez Góes sinalizou positivamente a inserção do Estado nessa nova empreitada. “Queremos formatar o projeto durante esse ano, garantir emenda parlamentar para subsidiá-lo, para, até o meio do ano que vem, implantá-lo. Quanto mais informações a gente detém, é possível diminuir a despesa pública nas atividades meio e sermos mais eficientes na atividade fim”, pontuou.

Ainda de acordo com o governador, todos os passos na industrialização do Amapá precisam estar vinculados, antecipadamente, a condições e boas eficiências em inovação, tecnologia e informação.

O secretário de Inovação do MDIC, Rafael Moreira, acredita que a tecnologia é fundamental para permitir agregamento de valor local, desenvolvimento de empesas de tecnologia que aumente o Produto Interno Bruto (PIB) estadual. “A tecnologia oferece ganho em eficiência para o Estado, economia de recursos, como também desenvolve uma nova indústria tecnológica, que o Estado pode maximizar com o potencial que ela já tem”, afirmou.

Programação

A programação continuou no período da tarde, com a solenidade de entrega de Declaração de Reserva de Área para Implementação de Empresas no Distrito Industrial. Em seguida, houve apresentação das principais ações do Governo do Amapá para implantação do projeto ZFV.

A programação continua na sexta-feira, 12, às 8h, com visita ao Porto da Companhia Docas de Santana. Às 9h, a comitiva segue em visita à empresa Amapá Florestal e Celulose (Amcel). A agenda prossegue às 10h, com visita ao Distrito Industrial. À tarde, das 14h às 18h, a equipe de governo seguirá com os técnicos da Suframa com agenda interna.


Seja o primeiro a comentar on "Governo do Amapá, União e Suframa iniciam debates sobre potencial econômico do Estado"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*