Operação Avante amplia efetivo para combater roubo de veículos e transporte coletivo no RS

Nova fase foca na prevenção do roubo de veículos e transportes coletivos - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP -


Porto Alegre (RS) – A terceira fase da Operação Avante, lançada nesta quinta-feira (11) no Largo Glênio Peres, no centro da capital, vai incrementar o efetivo de 200 para 407 policiais militares para atuar no eixo Porto Alegre/Novo Hamburgo, de maior impacto social, com foco na prevenção do roubo de veículos e roubo a transportes coletivos. A medida é resultado do Plano Estratégico de Segurança Pública anunciado pelo governo do Estado no final de junho, com o aporte financeiro de R$ 2 milhões.

A área de atuação definida concentra quase 80% do total de ocorrências dos grupos criminais priorizados, buscando garantir maior percepção de segurança e reduzir as ocorrências que mais afetam a população. Um dos destaques da Operação Avante é o uso de tecnologias, tanto instaladas quanto embarcadas em aeronaves. Helicópteros são utilizados como apoio operacional, inclusive em operações noturnas.

Efetuadas em locais de grande concentração ou em áreas de vulnerabilidade social, as ações da Avante se baseiam na metodologia de gestão por resultados, na análise criminal e na inteligência policial. De acordo com o subcomandante da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago, utilizam-se informações como o dia da semana, locais e horários de maior incidência, bem como a identificação dos principais delinquentes em cada região. “Nosso objetivo é reprimir a criminalidade em áreas estratégicas e fazer com que a BM esteja presente da forma mais dinâmica e eficiente possível, intensificando o contato com a comunidade”, alertou.

O secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, explicou a importância da operação. “A duplicação só foi possível porque o governador Sartori teve a sensibilidade de atender a uma demanda social, que é a busca por mais segurança. Conseguiremos resultados ainda melhores a partir do aporte de horas extras, nesta que é uma ação que tem o respaldo da sociedade”.

Com investimentos de R$ 166,9 milhões, o Plano Estadual de Segurança Pública prevê o pagamento de R$ 52,2 milhões em horas extras e diárias para os órgãos da Segurança Pública, no período entre junho e dezembro de 2016.

Avante

Iniciada em fevereiro deste ano no CPC (Comando de Policiamento da Capital) e ampliada no mês de março para o CPM (Comando de Policiamento Metropolitano) e CRPO/VRS (Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos), a operação registra redução dos índices de criminalidade, sendo estendida a outras regiões do Estado devido a sua importância no contexto operacional da corporação.

De caráter permanente, promove o enfrentamento do crime por meio de ações preventivas qualificadas e repressivas imediatas para reduzir a incidência de homicídio doloso, latrocínio, roubo a pedestre, roubo de veículo, roubo a transporte público e roubo a estabelecimentos comerciais, financeiros e de ensino.

Presentes no ato o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, o chefe do Estado Maior, coronel Julio Cesar Rocha Lopes, o subchefe da Polícia Civil, delegado Leonel Carivali, e outras autoridades.

Seja o primeiro a comentar on "Operação Avante amplia efetivo para combater roubo de veículos e transporte coletivo no RS"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*