Operação Drácon: deputados do DF já prestaram depoimentos à Decap

Foto: Alexandre Bastos


Até as 9h de hoje, os distritais Celina Leão (presidente da Casa, do PPS), e os distritais Bispo Renato Andrade (PR), Raimundo Ribeiro (PPS) e Cristiano Araújo (PSD) compareceram à Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Administração Pública (Decap), no SIA.

Os deputados da Mesa Diretora da Câmara Legislativa prestaram depoimento à Polícia Civil após a deflagração da Operação Drácon, que cumpriu 14 mandados de busca e apreensão e oito mandados de condução coercitiva. Os distritais são suspeitos de integrarem um suposto esquema de desvio de verbas de emendas parlamentares.

O advogado José Francisco Fischinger, que representa Celina Leão, Cristiano Araújo, Bispo Renato e Júlio César, afirmou que não foi necessário cumprir os mandados de condução coercitiva porque os deputados aceitaram falar à polícia. “Na verdade, denúncia formalmente, não existe nenhuma até onde temos conhecimento.”

O afastamento de toda a Mesa Diretora da Câmara Legislativa Foi autorizado na noite desta segunda-feira (22), pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

A medida cautelar (ou seja, antes do julgamento do mérito) foi pedida pelo Ministério Público do DF, para apurar suspeitas de pagamento de propina que teriam beneficiado os deputados. A decisão é do desembargador Humberto Adjuto Ulhoa e vale até o fim das investigações.

Com o afastamento da presidente Celina Leão, o deputado Juarezão (PSB), mesmo partido de Rollemberg, assume a função. Ele foi eleito nesta segunda-feira. Único candidato à vaga, ele foi aprovado por unanimidade entre os 14 deputados presentes.

Seja o primeiro a comentar on "Operação Drácon: deputados do DF já prestaram depoimentos à Decap"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*