Agricultores familiares de Divino São Lourenço participam de demonstração em poda de laranja

Foto: Divulgação

Vitória (ES) – O escritório local do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) em Divino de São Lourenço realizou uma demonstração de métodos em poda de laranja, na Comunidade Azul, para capacitar os agricultores na condução e poda na cultura.
O objetivo é regularizar a produção, aumentar e melhorar os frutos, mantendo o completo equilíbrio entre a frutificação e a vegetação normal.
Quem ministrou a demonstração foi a extensionista e coordenadora do Polo de Laranja do Sul Caparaó, Marianna Abdalla, do escritório local do Incaper em Jerônimo Monteiro.
Para os agricultores familiares presentes, foi feita uma abordagem teórica geral sobre os métodos de condução e as pragas que acometem esta cultura. Logo após, foi realizada uma demonstração prática de poda e condução no pomar do produtor rural Darcy Moreira Borges.
“A cultura da laranja é uma demanda da região, buscando a diversificação agrícola e nova opção de renda. Esta capacitação atende à necessidade dos agricultores que receberam mudas do fomento do Polo de Laranja do Sul Caparaó”, ressaltou o chefe do escritório local em Divino de São Lourenço, Ricardo Eugênio Pinheiro.

Dados de produção no município

Divino de São Lourenço tem cinco hectares de laranja plantados, sendo quatro hectares em formação. A previsão para a produção em 2016 é de 10 mil frutos. Atualmente 15 agricultores estão envolvidos na atividade.

Polo de laranja

O estado do Espírito Santo possui uma área plantada de 1.571 hectares e uma produção de 15.369 toneladas de frutos. Pesquisas realizadas com 27 cultivares de laranja contribuíram efetivamente para o lançamento e a consolidação do Polo de Laranja, que teve como objetivo revitalizar a produção de laranja na Região Sul, especialmente em Jerônimo Monteiro, e expandir a cultura da laranja para os municípios da Região Sul Caparaó.
A utilização das variedades recomendadas pela pesquisa estadual juntamente àquelas utilizadas pelos produtores permitiram que se estendesse o período de colheita da laranja de março a janeiro, com escalonamento de produção, aumentando a oferta de laranja ao consumidor, gerando renda praticamente durante todo o ano.


Seja o primeiro a comentar on "Agricultores familiares de Divino São Lourenço participam de demonstração em poda de laranja"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*