Inatel lança Smart Campus e debate Internet das Coisas


Santa Rita do Sapucaí (MG) – A Internet das Coisas é o assunto do momento no mercado de tecnologia e promete uma revolução nunca antes vista. Para atender as demandas que vão surgir é necessária a formação de competências dos profissionais que estão no mercado e dos que ainda estão chegando. E é exatamente este o objetivo do Inatel Smart Campus, que será lançado oficialmente nesta quarta-feira (31), a partir das 13h30, em Santa Rita do Sapucaí. O Smart Campus nasce da união de projetos desenvolvidos por alunos e ex-alunos, startups e do Inatel Competence Center e está aberto para parcerias com empresas dispostas a investir na pesquisa e também em testar produtos em desenvolvimento. É um ambiente para aplicar e mostrar toda a tecnologia desenvolvida na instituição, tanto no ambiente acadêmico quanto na área de P&D e no ecossistema de empreendedorismo direcionadas para IoT.

A proposta do Inatel é a criação de uma rede de conectividade aberta e convergente com outras redes e diferentes tecnologias para a oferta de diversos serviços. “Atualmente há diversas tecnologias envolvidas em soluções de IoT e estas não necessariamente conversam entre si. A rede que o Inatel está propondo deverá ser homogênea e interoperável com as soluções do mercado”, explica Leandro Guerzoni, que coordena as ações do Smart Campus.

A primeira solução aplicada à rede de IoT do Inatel é a de iluminação inteligente, desenvolvida pelo ICC e as startups Das Coisas e Tacira. São 75 postes do campus com a solução automatizada, capaz de fazer a leitura da luminosidade local para o acionamento e desligamento das lâmpadas, além da leitura de potência consumida da rede.

Outras aplicações desenvolvidas pela comunidade do Inatel para IoT serão apresentadas nesta quarta-feira:

IoT Lab – voltado para alunos que irão desenvolver competências em IoT e testar projetos e aplicações no Smart Campus. O laboratório já tem sete alunos com bolsas de Iniciação Científica e a ideia é esse número ser ampliado com o apoio de empresas parceiras do Inatel.

Novo portal de acesso Wi-Fi com identificação do usuário, com possibilidade de interação com os visitantes do campus.

Sistema de gerenciamento de chamados – é um aplicativo desenvolvido pela startup Tacira e pelo ICC para os usuários do campus, que terá comunicação com a Prefeitura do campus.

Solução de estacionamento – o sistema desenvolvido pela empresa incubada Spark Telecom de localização de vagas por meio de um aplicativo e com uso de imagens de câmeras.

Painéis de IoT e Smart Cities

O mercado de IoT e Smart Cities, com as perspectivas para o Brasil na visão de representantes do governo, de grandes empresas, startups e do Inatel serão temas de dois painéis. Confira os participantes:

Painel sobre IoT – 14h30

Carlos Frees – especialista em projetos de Tecnologias de Informação e Comunicação da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e líder de projeto de Smart City e Smart Grid da ABDI.

Daniel Mazzer – especialista em IoT do Inatel Competence Center.

Marco Casaroli – pesquisador e empreendedor da startup Das Coisas.

Nuno Filipe Simões – sênior director para IoT da Qualcomm.

Painel sobre Cidades Inteligentes – 15h45

Edelvício Junior – diretor de negócios da Unitec Semicondutores e PD&I Brasil.

Geraldo Segatto –  diretor da WebRadar.

Marcelo Nunes – Coordenador do Arranjo Produtivo Local (APL) de Tecnologia da Informação e Comunicação do Parque Tecnológico São José dos Campos e coordenador do projeto Núcleo Brasileiro de Cidades Inteligentes, Humanas e Sustentáveis.

Washington Tavares – CTO da startup Tacira.

Seja o primeiro a comentar on "Inatel lança Smart Campus e debate Internet das Coisas"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*