SC: Assistência Social lembra Dia Internacional do Idoso

Foto: Divulgação

Florianópolis (SC) – A Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, por meio do Conselho Estadual do Idoso (CEI/SC), lembra que neste sábado, 1º de outubro, é considerado o Dia Internacional do Idoso. A data marca o dia em que a lei n°10.741, o Estatuto do Idoso, entrou em vigor. O CEI/SC é vinculado à Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST).O estatuto prevê em seus 118 artigos uma série de direitos aos maiores de 60 anos. Entre eles, estão o atendimento preferencial nos órgãos públicos e privados prestadores de serviços à população; a proibição de discriminação do idoso nos planos de saúde pela cobrança de valores diferenciados em razão da idade; descontos de 50% em atividades culturais, de lazer e esporte; gratuidade nos transportes coletivos públicos aos maiores de 65 anos, com reserva de 10% dos assentos para os idosos; reserva de 5% das vagas nos estacionamentos públicos e privados, entre outros.

“É fundamental reforçar a importância da proteção a esse público e reavaliar nossa atitude com relação aos idosos. Queremos que ele seja o protagonista de suas próprias conquistas”, lembra Ediléia Schmidt, presidente do CEI/SC.

De acordo com o relatório Envelhecendo em um Brasil mais Velho, do Banco Mundial, a população idosa no Brasil, que corresponde a 11% da população em idade ativa, será de 49% em 2050. Já o estudo do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicou que, em números absolutos, o país tem mais idosos do que crianças de até 4 anos. Ainda de acordo com o estudo, a população de idosos é de 656 mil pessoas em Santa Catarina. “O Governo do Estado tem se empenhado cada vez mais em prestar assistência para essa população”, lembra o secretário de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST), Geraldo Althoff.

Na assistência social, estão previstos alguns serviços de atendimento para os idosos. Entre eles, estão o fortalecimento de vínculos familiares, previsto na proteção social básica. E na média complexidade existe o Serviço de Proteção Social Especial para pessoas com deficiência, idosas e suas famílias. Os idosos também podem receber Benefício de Prestação Continuada, o chamado BPC do idoso. O benefício é assegurado para os as famílias com renda per capita inferior a um quarto do salário mínimo. É um benefício individual, não vitalício e intransferível, que assegura um salário mínimo ao idoso, com 65 anos ou mais. “A rede de assistência social é importante porque age na prevenção e fortalece a permanência dos idosos nas famílias”, completa o secretário Geraldo Althoff.

Para lembrar o Dia Internacional do Idoso, o conselho estadual promove o debate A Importância do Fundo Estadual do Idoso na Efetivação dos Direitos dos Idosos em Santa Catarina. A atividade ocorre no dia 10 de outubro, a partir das 13h30, no auditório da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul), no campus Pedra Branca, em Palhoça.

Seja o primeiro a comentar on "SC: Assistência Social lembra Dia Internacional do Idoso"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*