Cooperativismo será incentivado nas escolas estaduais do Amapá

Foto: Erich Macias
Lançamento do projeto aconteceu na manhã desta sexta-feira, no auditório do Sebrae-AP

Alunos das Escolas Estaduais José Bonifácio e Igarapé da Fortaleza participarão de atividades que estimulam o cooperativismo dentro e fora das salas de aula, a partir de 2017. A iniciativa será desenvolvida por meio do Programa Cooperjovem, da Organização das Cooperativas Brasileiras no Amapá (OCB/AP).

O programa foi lançado nesta sexta-feira, 21, no auditório do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae/AP), em Macapá. O programa, que é executado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), também atenderá o Projeto Especial Santa Clara.

O Cooperjovem atende 303 escolas em todo o país, totalizando mais de 115 mil alunos. Eles são incentivados a vivenciarem os valores da doutrina cooperativista como: transparência, solidariedade, responsabilidade social, democracia e respeito às diferenças.

Para a diretora da Escola Estadual Igarapé da Fortaleza, Elinete Bezerra, o programa vai ajudar os educadores a desenvolver e fomentar princípios fundamentais nos alunos para uma sociedade mais justa. Os professores passarão por módulos de capacitação onde aprenderão a identificar práticas educacionais na cultura da cooperação.

O coordenador de Desenvolvimento de Normatização das Políticas Educacionais (Codnope) da Secretaria de Estado da Educação (Seed), Ailton Guedes, disse que a secretaria já desenvolve noções de cooperativismo nas escolas e que apoia programas como esse, que ajudam os estudantes a receberam uma educação integral para serem mais participativos na comunidade.

Cooperjovem

O programa é voltado a professores, técnicos de cooperativas e alunos. Ele oferece formação e capacitação continuada dentro dos princípios e valores cooperativistas aos estudantes do Ensinos Fundamental e Médio.

O processo educativo é dirigido pelo professor, responsável por trabalhar o conteúdo em sala de aula e envolver os alunos na cultura da cooperação. Com isso, espera-se que o estudante aprenda e pratique valores e princípios cooperativistas aplicados no dia a dia.

No Amapá, o programa deverá cobrir 50% das escolas estaduais da rede pública de ensino ao longo de 2017.

Seja o primeiro a comentar on "Cooperativismo será incentivado nas escolas estaduais do Amapá"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*