Obra de duplicação da MT-251 está dentro do cronograma

Governador Pedro Taques vistoria a pavimentação da MT-251. - Foto por: GcomMT/Maria Anffe

Governador Pedro Taques vistoriou a obra nesta terça-feira . Expectativa é que duplicação seja entregue no segundo semestre de 2017.

O governador Pedro Taques fiscalizou as obras de duplicação da MT-251, que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães, na manhã desta terça-feira (25.10). A obra, que ficou parada por mais de oito anos parada, está dentro do cronograma e deverá ser entregue no segundo semestre de 2017.

Taques, juntamente com o secretário de Estado de Infraestrutura (Sinfra), Marcelo Duarte e o secretário adjunto de Turismo, Luís Carlos Nigro, visitou os canteiros, analisou o projeto e conversou com os funcionários e moradores da região.

A duplicação compreende 3,6 km da rodovia, no perímetro urbano, no trecho localizado entre o entroncamento com a Rodovia Helder Cândia (MT-010), e o trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória, próximo a Fundação Bradesco.

Para a professora Maria do Carmo Martins, de 62 anos, moradora do bairro Jardim União, a duplicação melhorará muito a vida dos moradores. “Essa obra vai beneficiar os dois bairros, Jardim União e o Florianópolis, estive muito tempo como diretora de uma escola no Jardim União e a nossa comunidade só tem a agradecer. Esse é um belíssimo trabalho que vai melhorar a nossa locomoção, segurança, enfim nossa vida”.

Conforme o governador Pedro Taques, até o junho de 2017 a pavimentação de todo o trecho duplicado já deverá ser concluída, porém o projeto será completamente entregue, com a sinalização entre outros incrementos no segundo semestre de 2017.

O governador destacou a qualidade da obra, que estava há mais de oito anos parada. “Há de se destacar o preço e a qualidade. Muitas vezes a empresa mergulhava no preso e não terminava a obra, temos que mudar esta prática, temos que começar e terminar os projetos”.

O secretário da Sinfra, Marcelo Duarte, afirmou que 70% da rodovia estará pronta até o final deste ano. “Fecharemos o ano com 70% da obra concluída. Quem trafega pela região faz muitos comentários positivos sobre as obras em andamento. Isso mostra a seriedade desta gestão, que tem levado esta obra estruturante para a Baixada Cuiabana”, disse.

Duarte falou que a obra está na fase de execução da drenagem, uma das etapas mais complexas e que está dentro do cronograma estipulado no contrato.

“Temos sessões relativas à drenagem, que são muito importantes. Se não faz um tratamento apropriado de acordo com a prática da engenharia, teremos problemas na pista. A obra está totalmente dentro do cronograma. Estes serviços de drenagem são muito mais complexos para o serviço de pavimentação, além disso é uma obra próxima ao perímetro urbano com várias intervenções”, explicou.

Projeto

O projeto de duplicação da rodovia foi inteiramente reformulado pela atual gestão. Segundo o secretário, o novo modelo visa atender melhor a logística de tráfego.

“Estamos colocando três pistas de cada lado, além de um canteiro central de nove metros, em cujo eixo haverá uma ciclovia em todo o trajeto. Também teremos calçadas de cinco metros em cada lado. Teremos integralmente 40 metros da faixa de domínio da rodovia”, completou.

MT-010

Uma das obras mais esperadas na região, a duplicação da rodovia Helder Cândia (MT-010), conhecida popularmente como ‘estrada da Guia’, já está prestes a começar. O projeto, que está na fase final de licitação, será semelhante com a obra da MT-251.

“Este projeto (duplicação da MT-251) é também utilizado para a rodovia MT-010, que é a Estrada da Guia, ou seja, iremos usar o mesmo conceito de obra que consideramos mais moderno e planejado”, disse o secretário.

Serão 4,9 quilômetros, do entroncamento com a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), que dá acesso a Chapada dos Guimarães, e o trevo de acesso ao Rodoanel. A Comissão Permanente de Licitação da Sinfra informou que a empresa Lotufo Engenharia e Construção Ltda venceu a licitação, orçada em aproximadamente R$ 30,8 milhões.

Pró-Estradas

As obras de duplicação da MT-010 e M-251 serão custeadas por recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), uma das fontes de financiamento do Pró-Estradas. Entre obras de construção e reconstrução de rodovias, o programa Pró-Estradas concluiu mais de 1 mil km de asfalto.

Somente o Pró-Estradas Vale do Rio Cuiabá irá executar 66 obras rodoviárias beneficiando 990 mil habitantes de 13 municípios desta região.

Seja o primeiro a comentar on "Obra de duplicação da MT-251 está dentro do cronograma"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*