Elementos musicais proporcionam reabilitação da audição e desenvolvimento da fala em pacientes com implantes cocleares

Foto: Divulgação

Melodia, harmonização e letra são apenas alguns dos estímulos que aceleram a recuperação da audição e aquisição da fala

São Paulo, outubro de 2016 – O uso da música e seus elementos tem auxiliado o tratamento de diversas doenças, mas  de acordo com um estudo realizado pela Universidade de Aalborg, na Dinamarca, quando utilizada durante a reabilitação de crianças implantadas, os elementos musicais estimulam a audição e instigam a fala. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 32 milhões de crianças convivem com a surdez no mundo, e têm sua capacidade de comunicação afetada pela deficiência.

Apesar de auxiliar a recuperação de implantados em todas as idades, a música se mostrou decisiva para a reabilitação de crianças pois, de acordo com o estudo, a música alivia a pressão colocada sob crianças implantadas após o procedimento. “É comum que os pais estejam ansiosos para que a criança comece a falar logo após a cirurgia, mas essa pressão pode atrapalhar o desenvolvimento natural da criança e torná-la introspectiva. Por isso o uso da música durante as sessões de reabilitação é tão importante”, completa a fonoaugóloga Marília Botelho.

Através dos elementos musicais, como melodia, intensidade, ritmo, timbre, letra e harmonização, a criança desenvolve a comunicação não-verbal, que ajuda a tirar a atenção das expectativas pela oralização e aos poucos, por meio da característica lúdica da música, promove uma comunicação espontânea e significativamente mais frequente e prolongada.

Hoje com 11 anos, Kadu perdeu a audição após contrair uma infecção quando ainda estava na maternidade. Durante o processo de habilitação do implante e ao longo de sua vida, ele recebeu estímulos musicais através de trabalhos desenvolvidos por fonoaudiólogos e especialistas. “No início a terapia com a música era bem lúdica, o Kadu imitava os sons que ouvia, como os sons dos animais, por exemplo. Após alguns anos ele passou a fazer aulas com instrumentos, então percebeu que o som de cada um deles era diferente e isso foi desafiador para ele. Para ele, a musica deu movimento e vida aos sons”, afirma Débora Rodrigues, mãe do menino.

A músicoterapia, apesar de auxiliar pacientes após a implantação do dispositivo coclear ou durante a habilitação de aparelhos auditivos, deve ser introduzida de maneira progressiva e indireta, levando em consideração paramêtros musicais como intensidade e timbre.

Pensando nisso, a MED-EL, empresa austríaca líder em soluções auditivas, lançou no Spotify a primeira playlist desenvolvida especialmente para pacientes com implante coclear. A iniciativa  combinou arte e ciência, e foi desenvolvida com base em estudos e pesquisas sobre música e implante coclear. A partir de agora, os pacientes que fazem uso do dispositivo estão convidados a seguir e compartilhar a playlist MED-EL Music for Cochlear Implant com familiares e amigos.

Para acessar a playlist, visite www.spotify.com, faça o login ou crie uma conta gratuita. Em “Pesquisar”, digite “medelcochlearimplants”. Os ouvintes podem escolher seguir a MED-EL e curtir o som!

Além disso, a empresa desenvolveu o Questionário de Música e Dicas de Música para Adulos, disponíveis para download no sitehttp://www.medel.com/br/media- gallery-print-materials-rehab/ ?titel=Downloads&. Através do material disponível os pacientes implantados contam com uma série de recursos para exercitar a audição quando e onde quiserem.

Sobre MED-EL

A MED-EL está sediada em Innsbruck (Áustria), possui 29 escritórios em todo o mundo e é a fabricante líder no mercado internacional de implantes auditivos. Em 1977, os cientistas austríacos   Dra. Ingeborg Hochmair e o Professor Erwin Hochmair, desenvolveram o primeiro implante coclear multicanal e fundaram a companhia. Mas, foi em 1990, que a estrutura física da empresa foi lançada  e iniciou-se a contratação dos primeiros colaboradores. Hoje, a MED-EL possui mais de 1.500 funcionários.

O implante coclear foi e ainda é considerado o primeiro dispositivo de substituição eficaz e viável de um órgão sensorial. Os implantes da MED-EL se diferenciam por seu rendimento, facilidade de uso e confiabilidade.  No portfólio destacam-se os implantes cocleares, implantes do ouvido médio, o sistema EAS (Acoustic Estimulação Elétrica combinado), implante de tronco encefálico (ABI) e o primeiro implante condução óssea, o que corresponde a maior variedade de produtos no mundo em soluções para o tratamento de diversas formas de perda auditiva.  Atualmente, pacientes de mais de 100 países podem ouvir graças ao uso dos produtos MED-EL. Você pode encontrar mais informações em www.medel.com.

Contato de Imprensa no Brasil

Erika Figueiredo, Raquel Matrone e Paula Patari

Burson Marsteller

Rua Fidêncio Ramos, 308, Torre A – 11º andar

Vila Olímpia, São Paulo, Brasil

Tel.: 55 11 3094 2297 | 3040 2411

erika.figueiredo@bm.com / raquel.matrone@bm.com / paula.patari@bm.com

Seja o primeiro a comentar on "Elementos musicais proporcionam reabilitação da audição e desenvolvimento da fala em pacientes com implantes cocleares"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*