Cruzeiro do Sul celebra Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito

Foto: Divulgação

Fechando uma semana de atividades alusivas ao Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito, neste domingo, 20, o Detran promoveu uma concentração na Praça do Memorial em Cruzeiro do Sul para lembrar as vidas interrompidas pelos acidentes de trânsito.

No encontro, embelezado pela apresentação de vários cantores de música gospel, estiveram presentes autoridades civis e eclesiásticas, parentes de vítimas, estudantes, educadores e populares. Vários palestrantes também dirigiram palavras de conforto aos familiares das vítimas e de advertência a todos sobre os cuidados com a segurança no trânsito.

Ao final da cerimônia, alunos do Jardim São Francisco e da Igreja Assembleia de Deus soltaram 47 balões, representando as vítimas dos anos de 2014, 2015 e 2016.

Informar e conscientizar

Para o pastor Carlos Alberto Santos, da Assembleia de Deus, informar conscientiza e a educação promove mudança de comportamento. “Não se pode transferir essa responsabilidade, ela começa com cada um de nós. Como líder de uma instituição religiosa, tenho procurado abrir as portas do templo para palestras de conscientização e fazer perceber que medidas simples como o uso do capacete, não falar ao celular, respeitar a sinalização e não misturar álcool com direção pode proteger a vida”, disse.

Janete Ponce, responsável pela Secretaria de Articulação Institucional do Gabinete do Governador, no Vale do Juruá, afirmou a importância dessa data, não só para lembrar as vítimas, mas sobretudo conscientizar os condutores de sua responsabilidade no trânsito e respeito ao trabalho dos órgãos de trânsito, não os vendo apenas como aplicadores de multas e punições, mas como educadores.

Jorge Lucas Silva, acadêmico de Pedagogia da Universidade Federal do Acre-Campus Floresta salientou: “Temos de estar conscientes que uma pequena distração ao volante pode significar mais uma vítima no trânsito”.

De acordo com Valdeci Dantas, gerente da I Ciretran, essa data é importante para relembrar as vítimas, mas não deve ser a única ação para melhorar o trânsito: “Temos que estar promovendo permanentemente ações de educação e conscientização buscando sempre meios que possam diminuir o número de vítimas, já que este ano foram quinze vítimas, uma a mais que 2015, e ainda estamos no mês de novembro”.

Como ainda resta dezembro, um mês de festas, Valdeci salienta que é preciso repensar o planejamento e adotar medidas mais intensas para coibir excessos e evitar novas vítimas.

O capitão Silva Lima, que representou a Polícia Militar no evento, disse que o trabalho das entidades que cuidam do trânsito é importante, mas os dados serão mais positivos quando cada condutor cumprir o seu papel de fiscalizador do trânsito.

Vítimas de Trânsito

Segundo informações de um panfleto distribuído aos presentes o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito foi criado em 1993 no Reino Unido e é celebrado internacionalmente no terceiro domingo do mês de novembro. Em 2005, a Organização das Nações Unidas acolheu a iniciativa britânica colocando a data em sua agenda oficial. Desde então, ações são organizadas em várias partes do mundo para homenagear as vítimas fatais de acidentes de trânsito. No Brasil, a data começou a ser celebrada em 2008, trazida pela Associação Trânsito Amigo.

Seja o primeiro a comentar on "Cruzeiro do Sul celebra Dia Mundial em Memória às Vítimas de Trânsito"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*