Saiba como as boas práticas agrícolas são o primeiro passo para a sustentabilidade de propriedades rurais

Imagem: Divulgação
No momento em que o mundo debate acordo do clima em Marrakesh, é necessário mais conhecimento para produtor rural entender que a sustentabilidade não está distante de seu dia-a-dia

São Paulo, 24 de novembro de 2016 – Ao pensar em sustentabilidade na agropecuária algumas pessoas pensam apenas em impactos ambientais, como a emissão de Gases de Efeito Estufa (GEEs), consumo de energia, de água, entre outros. O que esquecem é que as boas práticas agrícolas – também as sociais e econômicas – são passo fundamental para a sustentabilidade de uma propriedade rural. Para a Fundação Espaço ECO® (FEE®), organização que auxilia produtores rurais e cooperativas para o desenvolvimento sustentável, algumas atitudes simples no dia-a-dia, atreladas a medidas de melhoria contínua, podem fazer a diferença para o sucesso de uma atividade.

Segundo Tiago Egydio, consultor de Conservação Ambiental da Fundação Espaço ECO® (FEE®), alguns produtores já realizam ações para a sustentabilidade mesmo sem ter este conhecimento. “É claro que falar em boas práticas deveria ser o mesmo que uma ação comum a todos, mas a realidade nos mostra como ainda há gargalos que precisam ser solucionados. É necessário mais informação para que o produtor rural entenda que a sustentabilidade está mais perto do que ele imagina e não apenas precisa ser discutida entre autoridades internacionais”, afirma.

A medida que desenvolverem tais práticas continuamente, os produtores rurais terão diversos benefícios, como maior lucratividade, menor consumo de recursos e, consequentemente, menos gastos. Alcançarão ainda diferenciais, como as certificações socioambientais.

Entre as medidas a serem adotadas, está o cuidado com a execução de sua atividade, como melhor preparação de solo, definição da metodologia de plantio ou manejo da cultura que melhor se adequa a realidade da região, entre outros. Além disso, é fundamental mensurar os gastos, por exemplo, com água, energia, uso de insumos e manter os dados atualizados para assim verificar medidas que podem reduzir estes consumos.

Outro ponto fundamental é o respeito às diversas normas, como a ISO 13.968, que rege a destinação de embalagens de defensivos agrícolas, a NR 31 e a legislação ambiental. Estas são algumas das principais exigências, por exemplo, para a obtenção de créditos e requisitos para certificações socioambientais.

“Sejam pequenos, médios ou grandes, os produtores precisam se questionar sobre sua atividade. Ela está gerando lucro e ele consegue se planejar? Estes são alguns pontos que todos precisam pensar para a sobrevivência e melhoria do negócio. Estamos falando de uma lógica de mercado e benefícios para a sociedade, esta é a tendência”, conclui Tiago Egydio.

Sobre a Fundação Espaço ECO®

Inaugurada em 2005, a Fundação Espaço ECO® foi instituída pela BASF – empresa química líder mundial – com o apoio da GIZ, agência de cooperação técnica internacional do governo alemão. Ela está situada em São Bernardo do Campo/SP em uma área de aproximadamente 300 mil m² considerada Reserva da Biosfera do Cinturão Verde do Estado de São Paulo pela UNESCO. A Fundação Espaço ECO® é um Centro de Excelência em Sustentabilidade Aplicada com a missão de promover o desenvolvimento sustentável no ambiente empresarial e na sociedade, transferindo conhecimento e tecnologia, especialmente pela aplicação de soluções em socioecoeficiência e educação para a sustentabilidade, focando os aspectos sociais, ambientais e econômicos. Mais informações sobre a Fundação Espaço ECO® estão disponíveis no endereço www.espacoeco.org.br.

Sobre a BASF

Na BASF nós transformamos a química – e estamos fazendo isso há 150 anos. Nosso portifólio de produtos oferece desde químicos, plásticos, produtos de performance e para proteção de cultivos, até petróleo e gás. Como empresa química líder mundial, nós combinamos o sucesso econômico, responsabilidade social e proteção ambiental. Por meio da ciência e da inovação, nós possibilitamos aos nossos clientes de todas as indústrias atender às atuais e futuras necessidades da sociedade. Nossos produtos e soluções contribuem para a preservação dos recursos, assegurando nutrição saudável e melhoria da qualidade de vida. Nós resumimos essa contribuição em nossa proposição corporativa: “We create chemistry for a sustainable future” – Nós transformamos a química para um futuro sustentável. A BASF contabilizou vendas de mais de €74 bilhões em 2014 e contava com mais de 113 mil colaboradores no final do ano. As ações da BASF são negociadas nas bolsas de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (AN). Mais informações sobre a BASF estão disponíveis no endereço www.basf.com.br ou nos perfis corporativos da empresa no Facebook (BASF Brasil) e no Twitter (@BASF_brasil).

 

Seja o primeiro a comentar on "Saiba como as boas práticas agrícolas são o primeiro passo para a sustentabilidade de propriedades rurais"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*