Ariramba é a primeira comunidade a ser beneficiada com a ação Rios de Cidadania

Profissionais da Sesa realizam a triagem antes de encaminhar os pacientes para consultas


3075 atendimentos na área da saúde em três dias. Ação ainda acontecerá em Ajuruxi e Furo do Mazagão

A segunda edição da ação Rios de Cidadania aconteceu na comunidade de Ariramba, no município de Mazagão, distante oito horas da capital Macapá, e conseguiu garantir 3075 atendimentos, principalmente na área da saúde.

A iniciativa aconteceu entre os dias 21 e 23 de novembro e contou com a parceria do Governo do Estado, que viabilizou uma equipe da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), para dar suporte a ação promovida pelo Comando do 4ª Distrito Naval da Marinha do Brasil, até o dia 30 de novembro.
O Navio-Auxiliar Pará, base para os atendimentos da saúde, está fundeado no Rio Amazonas em frente à entrada da Comunidade de Ariramba. No local a população teve oportunidade de realizar atendimento odontológico (restauração, extração, aplicação de flúor, profilaxia); de clínica médica; vacinação, mamografia, triagem, testes rápidos, exames laboratoriais, além de dispensa de medicamentos, quando solicitado pelo médico e distribuição de preservativos.
Os profissionais da Sesa realizam a triagem antes de encaminhar os pacientes para consultas. Procedimentos como aferição de pressão, teste de glicemia, índice de massa corporal e testes rápidos, são ofertados pela equipe.
O agricultor Israel de Oliveira, de 44 anos, da região da Ilha Grande de Gurupá, distante há duas horas e meia de Ariramba, soube da vinda do navio e chegou com a família cedo para que todos tivessem a oportunidade de serem atendidos.
“Fazia mais de três anos que não recebia um atendimento médico. Fui consultado, recebi os remédios e agora vou cuidar melhor da minha saúde. Aproveitei a oportunidade e também trouxe os meus cinco filhos, que foram consultados e vacinados, pois eles nunca tinham recebido uma vacina”, comentou.
A dona de casa Edna Marques, de 58 anos, moradora da comunidade de Rio Capitão, distante quatro horas de onde o navio estava fundeado, também aproveitou a oportunidade para fazer sua primeira mamografia.
“Quando completei 50 anos estava em Macapá e recebi um encaminhamento para fazer uma mamografia. Na época não fiz, pois precisava voltar para minha região. Hoje, oito anos depois, estou tendo a oportunidade”, contou.
A ação Rios de Cidadania segue viagem para a comunidade de Ajuruxi, onde o Navio-Auxiliar Pará ficará fundeado por mais três dias, em atendimento aos moradores destas localidade, com serviços na área da saúde.
O médico da Sesa, José Arcangelo, lembrou da dificuldade de acesso aos serviços básicos de saúde devido à distância. “É um trabalho cansativo, mas só de saber que estamos ajudando a população, é muito gratificante. A dificuldade deles para realizar uma simples consulta é muito grande, pois moram muito longe, por isso essa procura expressiva por atendimento na ação”, disse.
A Ação Rios de Cidadania é fruto de um convênio celebrado em julho de deste ano, entre o Governo do Estado, a Marinha do Brasil, o Ministério Público, Tribunal de Justiça e Assembleia Legislativa. O objetivo, é levar atendimento às regiões ribeirinhas, por meio do Navio-Auxiliar Pará, que conta com uma estrutura de consultórios médico e odontológico, farmácia, sala de laboratório, mamógrafo e um mini auditório.
Além disso, o navio possui um helicóptero a disposição para atender emergências médicas para o deslocamento de pacientes no caso de atendimento de média e alta complexidade na capital.

Seja o primeiro a comentar on "Ariramba é a primeira comunidade a ser beneficiada com a ação Rios de Cidadania"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*