Caiado diz que PEC do Teto irá reparar 13 anos de erros do PT

O líder do Democratas comemorou a votação expressiva que a PEC que estabelece um teto nos gastos federais recebeu no Senado, nesta terça-feira (29/11). Com 61 votos, a PEC 55 passou em primeiro turno e deve ser apreciada novamente em plenário no dia 12 de Dezembro.

“Desmistificamos todos os argumentos que foram usados pelo PT e pela oposição para tentar tumultuar a aprovação da PEC. Essa votação expressiva do governo demonstra que a sociedade entendeu que essa Emenda Constitucional é a melhor oportunidade para reparar os erros de 13 anos de populismo orçamentário”, afirmou.

Durante a votação o democrata comparou as medidas adotadas pelo governo brasileiro com outras ações em países que passaram por momentos de crise e pacotes de austeridade.

“O que eles omitem é que a solução encontrada por países como Espanha, Portugal e Grécia foi a de confiscar direto do salário de servidores, além de aumentar impostos. Estamos apresentando a medida mais palatável possível diante do desastre que o PT criou para nosso país”, explicou o senador.

Saúde e Educação

Ronaldo Caiado voltou a explicar que a PEC 55 não impõe um teto ao orçamento dos ministérios de Saúde e Educação e que age no sentido inverso: cria um piso mínimo de investimentos. “Além de estabelecer um piso mínimo de investimentos, essa PEC dá a responsabilidade ao Congresso de definir quais serão as prioridades em vez de inventar novos custos. Mas parece impossível colocar na cabeça do PT e seus seguidores a diferença entre piso e teto”, provocou.


Seja o primeiro a comentar on "Caiado diz que PEC do Teto irá reparar 13 anos de erros do PT"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*