Novas locomotivas que circulam no Paraná poluem menos e são mais eficientes


A ES43BBi circula nos trechos de Maringá, Londrina e Curitiba e reduz o consumo de diesel em 26%.

Criadas especialmente para atender o mercado brasileiro, as locomotivas ES43BBi já fazem parte frota da Rumo. Com tecnologia de última geração adaptada à bitola métrica, utilizada na maior parte da malha ferroviária brasileira, são mais eficientes e poluem menos que outros modelos.

A ES43BBi conta com um sistema de tração de corrente alternada que fornece 38% mais capacidade de tração em comparação ao modelo de locomotiva que opera no mesmo trecho, que sai de Maringá ou Londrina com destino a Curitiba e Rio Negro.

As novas locomotivas da frota da Rumo também são menos poluentes. O motor Evolution GEVO-12 utiliza melhor o combustível e possibilita uma redução de 26% em L/TKB (litros por tonelada bruta transportada) no consumo de diesel em relação às máquinas que fazem o transporte no Paraná. Reduzindo a emissão de gases da queima de combustível, a ES43BBi polui menos.

Com sistema operacional integrado de forma online à General Eletrics (GE), fabricante das máquinas, o modelo é chamado de locomotiva digital. Essa tecnologia faz um diagnóstico antecipado de anomalias, reduzindo o tempo que a locomotiva fica parada para eventuais diagnósticos.

Segundo Agnaldo Lopes, gerente de engenharia ferroviária, a ES43BBi ficou à frente dos modelos Dash9bb e SD-40 em todos os indicadores de disponibilidade e confiabilidade. “Além do resultado positivo nos indicadores, agora os intervalos de manutenção preventiva são semestrais e permitem um planejamento detalhado na parada da locomotiva em função do sistema integrado de telemetria”, acrescenta.

Atualmente, são 23 novas locomotivas em operação nos trechos que vão de Maringá a Curitiba, e de Londrina à capital ou a Rio Negro. Os trens operados hoje com a ES43BBi são de 105 Vagões com duas locomotivas, enquanto que com outras frotas eram necessárias de três a quatro locomotivas para fazer a mesma viagem.

Além dos ganhos para o transporte, os maquinistas também são beneficiados: a BBi tem maior conforto interno na cabine, é mais ergonômica e mais silenciosa, contribuindo para a satisfação do colaborador.

Sobre a Rumo
A concessionária tem 12 mil quilômetros de malha ferroviária, 966 locomotivas, 28 mil vagões e quase 12 mil funcionários diretos e indiretos. Só maquinistas, são 1,75 mil profissionais. Sua capacidade de elevação no Porto de Santos e no Porto de Paranaguá é de 29 milhões de toneladas ao ano.

 

Seja o primeiro a comentar on "Novas locomotivas que circulam no Paraná poluem menos e são mais eficientes"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*