Governo entrega primeira PPP da Habitação no centro de SP


Ao todo, 126 moradias populares na rua São Caetano foram destinadas às famílias de baixa renda

O governador Geraldo Alckmin participou, nesta quinta-feira (29), da entrega das primeiras 126 moradias da Parceria Público-Privada da Habitação do Centro de São Paulo.

“A construção foi feita em apenas 11 meses, ou seja, em tempo recorde. E é muito importante entregar apartamentos aqui no centro da cidade, na rua São Caetano, para que mais pessoas venham morar no centro. Isso contribui com a revitalização da região”, declarou o governador.

O residencial na rua São Caetano tem 97 apartamentos com um dormitório cada, 19 com dois dormitórios, seis de um dormitório e adaptados para pessoas com deficiência, e quatro estúdios para pessoas que vivem sozinhas. Todos contam com sala, cozinha, banheiro e área de serviço. Os imóveis variam entre 25,8 m² e 50,9 m². O condomínio tem playground e área de lazer coberta.

Os moradores são as famílias removidas dos baixos da ponte estaiada Orestes Quércia, durante ação de reintegração de posse de área municipal em 2013. A escolha das famílias foi realizada em parceria com a Prefeitura de São Paulo, que doou o terreno e indicou quais se enquadravam no programa estadual.

Mais apartamentos

A PPP da Habitação prevê a construção de 3.683 moradias no Centro de São Paulo, com 2.260 habitações de interesse social – voltadas para famílias com renda de um a cinco salários mínimos e com financiamento subsidiado pelo Governo do Estado – e outras 1.423 habitações de mercado popular – direcionadas para famílias que recebem entre seis e dez pisos salariais, sem financiamento subsidiado.

Além das moradias entregues nesta quinta, serão construídos 1,2 mil apartamentos em dois terrenos ao lado da Praça Júlio Prestes e da Sala São Paulo, após autorização dos órgãos competentes.

Também estão em obras 91 apartamentos em um terreno entre a Rua Helvetia e Alameda Glete. As unidades restantes da PPP de Habitação do Centro serão construídas na antiga Usina de Asfalto da Barra Funda, cujo terreno será doado pela administração municipal.

As obras da PPP da Habitação do Centro estão sendo realizadas pela empresa Canopus Holding S.A. Os investimentos da iniciativa privada em habitação, serviços e obras urbanas serão de R$ 919 milhões. A participação do Estado será de R$ 465 milhões, divididos ao longo de 20 anos. A contrapartida máxima anual é de R$ 83 milhões.

Inscrições

Os interessados em uma das moradias populares desta PPP têm até 24 de julho de 2017 para se candidatarem para as unidades habitacionais. Serão destinadas 80% das unidades para inscritos que moram fora da área central, mas que trabalham nesta região. As moradias restantes (20%) serão para interessados que moram e trabalham na região central.

A intenção é aproximar a moradia do emprego e dos eixos de transporte de massa e reduzir o tempo de deslocamento dos trabalhadores. Serão destinadas 500 unidades a famílias de baixa renda que fazem parte de movimentos de moradia. No caso da entrega desta quinta, os moradores são do Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos.

As inscrições devem ser feitas pelo site da Secretaria de Estado da Habitação (www.habitacao.sp.gov.br), no botão “Inscrições Abertas – Faça seu Cadastro PPP”. Até o momento, há 146 mil inscritos.

Seja o primeiro a comentar on "Governo entrega primeira PPP da Habitação no centro de SP"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*