Câmara aprova fiscalização específica para mel de abelhas e derivados


Mel, cera, própole, geleia real ficam excluídos das normas que orientam a inspeção de produtos de origem animal. Proposta será enviada para análise do Senado
Audiência pública sobre o Acordão nº 1.717/16, do Tribunal de Contas da União (TCU), sobre o Adicional de Frete da Marinha Mercante e Fundo da Marinha Mercante elaborado em resposta PFC 39/2015 aprovada pela Comissão. Dep. Sérgio Souza (PMDB-PR)

O relator, Sérgio Souza, votou pela constitucionalidade, juridicidade e boa técnica legislativa da proposta

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou, em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 3358/15, que exclui mel, cera, própole, geleia real e demais produtos da apicultura das mesas normas que orientam a inspeção de produtos de origem animal, previstas na Lei 1.283/50.

Pela proposta, do deputado Alceu Moreira (PMDB-RS), os produtos apícolas ficarão sujeitos a normas específicas, definidas em regulamento.

Segundo o texto, quando se tratar de estabelecimentos de pequeno porte, as ações de inspeção e fiscalização deverão ter natureza “prioritariamente orientadora”.

Constitucional

O parecer do relator, deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), foi favorável à constitucionalidade, juridicidade boa técnica legislativa da proposta, sem análise de mérito.Ele apresentou emenda de redação para outro artigo da mesma lei, que também faz referência aos procedimentos de fiscalização.Como a proposta também já havia sido aprovada, em caráter conclusivo, pela Comissão de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Desenvolvimento Rural, ela será enviada para análise do Senado.

Seja o primeiro a comentar on "Câmara aprova fiscalização específica para mel de abelhas e derivados"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*