Turismo: Pesquisa de Demanda Internacional será aplicada em Corumbá e Ponta Porã


Campo Grande (MS) – Inicia nesta semana em Ponta Porã e Corumbá a 1ª etapa da Pesquisa de Caracterização e Dimensionamento do Turismo Internacional do Brasil 2017. Os três principais levantamentos de dados do projeto são direcionados ao Turismo Receptivo Internacional, Turismo Emissivo Internacional e Contagem de fluxo em vias aéreas e terrestres. A pesquisa é realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e o Ministério do Turismo, com apoio da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Órgãos Municipais de Turismo, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Receita Federal.

A coleta de dados será realizada nos principais pontos de entradas e saídas de turistas, pelas vias aéreas e terrestres, com o intuito de gerar informações sobre o perfil socioeconômico, gastos, motivações, interesses e comportamento em viagem dos turistas internacionais, bem como realizar a contagem amostral nas vias aéreas e terrestres.

O resultado vai fornecer subsídios para formulação de políticas públicas, definição de estratégias de promoção turística do país no exterior e nortear decisões empresariais do setor. A pesquisa é considerada um instrumento fundamental para estudos e desenvolvimento de ações estratégicas que visam otimizar a atração de chegadas de turistas estrangeiros ao Brasil por Mato Grosso do Sul.

De acordo com os indicadores do Turismo Receptivo Internacional (Anuário Estatístico de Turismo 2016 – Ano Base 2015), referentes à entrada de turistas estrangeiros por Corumbá e Ponta Porã, a Bolívia é o principal destino emissor de turistas para o estado (27.756 turistas), o segundo maior emissor é o Paraguai (20.636 turistas).

Conforme o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, a pesquisa de demanda turística é uma importante base para o processo de planejamento turístico, pois fornece informações que permitem identificar o mercado turístico e o perfil dos turistas. “A pesquisa vai auxiliar na elaboração de estratégias de fomento do Turismo de Mato Grosso do Sul e consequentemente possibilitar uma correta aplicação de recursos”, destacou.

Atualmente, o projeto é desenvolvido em 24 localidades, entre fronteiras terrestres (Chuí, Dionísio Cerqueira, Foz do Iguaçu – PIA e PTN, Jaguarão, Santana do Livramento, Uruguaiana, São Borja, Corumbá e Ponta Porã) e aeroportos internacionais (Brasília, Belém, Belo Horizonte, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo), ocorrendo em localidades selecionadas em cada etapa de pesquisa. As etapas são realizadas ao longo do ano a fim de estabelecer sazonalidade com a precisão necessária, entre outras variáveis.

Os dados da pesquisa serão divulgados no site: http://www.dadosefatos.turismo.gov.br/, especificamente nas seções Anuário e Demanda – Demanda Internacional.

Período:

Pesquisa de Perfil da Demanda Turística Internacional:

Corumbá 25/01 a07/02/17

Ponta Porã 25 a 31/01/2017

Pesquisa de Contagem do Fluxo de Turistas Internacionais:

Corumbá 09 a 15/02/2017

Ponta Porã 02 a 08/02/2017

Seja o primeiro a comentar on "Turismo: Pesquisa de Demanda Internacional será aplicada em Corumbá e Ponta Porã"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*