Detran e pessoas com deficiência discutem facilitação para obter CNH


Representantes do Centro de Apoio às Pessoas com Deficiência Física do Acre (Capedac) reuniram-se com o diretor-geral do Detran, Pedro Longo, na manhã desta terça-feira, 31, para solicitar mais facilidade na obtenção da Carteira Nacional de Habilitação.

De acordo com o presidente do Capedac, Edivânio Barbosa, apenas um Centro de Formação de Condutores (CFCs) oferece o serviço de aulas práticas em veículo adaptado, porém o veículo é alugado pela instituição de ensino, o que torna o processo de habilitação bem mais caro.

Edivânio: “Mais acessível”

“Muitos colegas estavam indo para Porto Velho tentar obter a CNH lá, por um valor mais acessível. São pessoas que estão redescobrindo formas de viver com mais qualidade e tentando melhores condições de locomoção, então resolvemos buscar a ajuda do Detran”, explicou Edivânio.

Outra reivindicação da categoria é a oferta de CNH gratuita para pessoas com deficiência física, como forma de inclusão social, prática realizada por diversos órgãos de trânsito do país.

“De forma geral essas pessoas têm dificuldade suplementar na busca por seus direitos de locomoção, então nós vamos nos empenhar em encontrar alternativas para facilitar a vida deles e formas de propiciar um bom atendimento”, enfatizou Pedro Longo.

Seja o primeiro a comentar on "Detran e pessoas com deficiência discutem facilitação para obter CNH"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*