Ciclistas e pedestres adotam nova entrada de Aracaju para realizar atividade física

Ciclistas e pedestres adotam nova entrada de Aracaju para realizar atividade física

A recém inaugurada avenida Lauro Porto tem 4km de extensão e dispõe de ciclovia sinalizada e calçadas

O sol ainda ameaçava nascer quando moradores do São Carlos, Nova Liberdade, Jardim Centenário e imediações já caminhavam e pedalavam pelo novo complexo viário de acesso à Aracaju, a avenida Doutor Lauro Porto, construída pelo Governo do Estado. A nova entrada para a capital sergipana tem 4 quilômetros de extensão e dispõe de ciclovia sinalizada e calçadas. O local já se configurou como ponto para prática de atividade física para os moradores da região.
“Antes da avenida eu não me exercitava, mas agora estou aproveitando o espaço e já estou há meses caminhando por aqui, não só pela manhã, como pela tarde. O objetivo é obter melhorias na saúde. Aqui ficou um espaço bom, seguro e acho que as pessoas deveriam aproveitar mais, não é à toa que sempre faço esforço para trazer mais gente”, destacou o profissional de educação física José Noia Silva, que mora na Nova Liberdade.Ao contrário de José, o pedreiro Gilson Santos já praticava atividade física, mas utilizava a área da avenida São Paulo.
Com a inauguração da Lauro Porto, ele conta que preferiu alterar o local de caminhada. “Acho que nesse novo espaço a gente fica mais à vontade, pois, além de ser menos movimentado, há mais espaço para caminharmos. Gostei daqui e, assim como eu, há mais gente que aproveita a oportunidade para se exercitar”, comentou.A nova via de entrada para a capital sergipana interliga o entroncamento das BR’s 101 e 235, no município de Nossa Senhora do Socorro, às avenidas Santa Gleide, Maranhão e Coelho e Campos, formando um novo corredor de acesso ao centro de Aracaju. Nele, foram investidos R$ 26.946.880,81, recursos oriundos do programa Sergipe Infraestrutura.Para a diarista Ludimila dos Santos, caminhar na nova via é, também, oportunidade de apreciar a natureza e ver o sol nascer. “Aqui é um espaço bonito. Comecei a vir influenciada por uma vizinha e pela orientação do médico, que afirmou que estou com o colesterol alto”, esclareceu. Já a dona de casa Ana Karla Rodrigues afirma que suas caminhadas resultaram na perda de 19kg. “Estou satisfeita em obter esse resultado.
Caminho aqui há cerca de cinco meses e acho que aqui há uma estrutura espaçosa para a prática de atividade física”.A avenida Lauro Porto também é dotada de ciclovia, nomeada de Djalma Cruz (Vovô do Pedal), garantindo a segurança de pessoas que utilizam a bicicleta para se locomover e praticar atividade física. O espaço homenageia um ícone do ciclismo sergipano, que dedicou 35 anos de vida ao esporte.Morador do Jardim Centenário, Genilson Santana conta que pedala há muito tempo, mas antes ia para a Orla de Atalaia. “Agora venho para cá, porque ficou mais prático para mim e o grupo que se exercita comigo. Aqui, além de ser perto, é tranquilo”. O vidraceiro Eduardo Soares faz parte do mesmo grupo e conta que iniciou os exercícios há um mês. Desde que começou a andar de bicicleta pela ciclovia da avenida Lauro Porto, ele disse que notou melhorias na saúde, como na respiração e articulação do corpo. “É tranquilo pedalar aqui e, em grupo, é melhor ainda”, completou.
O profissional de Educação Física Neto Pereira explica que os lugares em área livre têm benefícios no sentido de promoção do bem estar, e que o espaço público é um ambiente favorável para a prática de atividade física. “Como a grande questão do mundo atualmente é o sedentarismo e a obesidade, sair da inércia é algo grande e positivo. Um dos detalhes que é preciso estar atento ao caminhar ou pedalar em lugar público é a necessidade de respeitar o espaço específico para cada atividade, de modo a presar pela segurança de cada pessoa”.Existem também recomendações para quem pretende praticar atividade física em espaços públicos, segundo explica o profissional Neto, como promover dinamização da intensidade do exercício. “Por exemplo, quem caminha três vezes por semana durante trinta minutos vai ter um certo resultado até cerca de um mês.
Depois disso, é preciso mudar um pouco o ritmo, aumentando um pouco a velocidade dos passos e até alternando caminhada e corrida mais lenta. Já quem corre tem que atentar que não pode fazer isso todos os dias, sendo necessário mesclar esta atividade com caminhada. Outro detalhe é que as pessoas têm que ter cuidado com a questão do fortalecimento muscular e, se possível, procurar auxílio de um profissional de educação física”.AvenidaA avenida Lauro Porto conta 4km de extensão, com 28m de largura. São duas pistas duplas com quatro faixas de rolamento com largura de 3,5m, cada, e acostamentos de 2m. O canteiro central mede 6m, dividindo espaço com a ciclovia de 3m.
Já os passeios laterais têm 2m, cada. A via é totalmente iluminada por postes de 16m e com quatro pétalas.Durante a inauguração da nova entrada de Aracaju, o governador Jackson Barreto afirmou que a avenida Lauro Porto é uma das maiores obras de mobilidade urbana da capital e que vai melhorar a qualidade de vida de toda comunidade da região do entorno. Ele ainda disse que o novo anel viário vai desafogar o trânsito das avenidas Osvaldo Aranha e Tancredo Neves, facilitando o fluxo de veículos, oferecendo mais comodidade aos motoristas e segurança aos ciclistas. “Essa era a região mais esquecida de Aracaju e pela primeira vez recebeu obras do governo. Agora os benefícios vão chegar para esse povo”, concluiu.

Seja o primeiro a comentar on "Ciclistas e pedestres adotam nova entrada de Aracaju para realizar atividade física"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*