Apresentação mostra importância dos cães no sistema prisional e encanta estudantes

Apresentação de cinco cães do canil do Presídio Antônio Dutra Ladeira Data: 07-02-17 Local: Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo - Ribeirão das Neves Foto: Omar Freire/Imprensa MG

Atualmente, a Secretaria de Estado de Administração Prisional possui 450 animais, que reforçam os trabalhos de proteção e segurança

Taylor, Killer, Greg, Fox e Anny. Esses são os cinco cães da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) que encantaram mais de 800 estudantes dos ensinos fundamental e médio em uma apresentação realizada no ginásio da Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, em Ribeirão das Neves.

A instituição oferece estudo, moradia e profissionalização a jovens carentes de Belo Horizonte e Região Metropolitana da capital.

Instruídos por cinco agentes de segurança penitenciários do Presídio Antônio Dutra Ladeira e do Canil Central da Seap, instalado dentro da unidade, os animais executaram ordens de obediência, faro e performances, com direito a charminhos para o público. Os alunos, com idades entre 11 e 16 anos, foram convidados pelos agentes a interagir durante a exibição, auxiliando nos comandos.

Maria Eduarda, de 12 anos, foi uma das estudantes que participaram do evento. Ela escondeu um objeto com cheiro droga em uma das quatro mochilas emprestadas pela plateia. A cadela Anny, acostumada com o trabalho de faro durante os procedimentos de vistoria na unidade prisional, localizou e entregou o material à adolescente.

“Sou apaixonada por bichos. Eles são lindos e muito inteligentes. Obedecem aos agentes e devem ajudar bastante dentro dos presídios”, diz Maria Eduarda.

No fim da apresentação, os aplausos dos alunos foram ainda mais calorosos. Um dos cães, o Taylor, agradeceu, acenando para o público.

Cães no sistema prisional

Atualmente, a Secretaria de Estado de Administração Prisional possui 450 cães, que reforçam os trabalhos de proteção e segurança desenvolvidos pelos 18.298 agentes de segurança penitenciários das unidades prisionais do Estado.

A diretora administrativa do Presídio Antônio Dutra Ladeira, Edmara Oliveira, acredita que o uso dos animais potencializa o desempenho dos trabalhos de segurança. “Eles conseguem, por exemplo, detectar um material ilícito dentro da unidade apenas pelo faro”, destaca Edmara.

Para Derivaldo Rodrigues, agente responsável pelo Canil Central do Estado, “o cão torna-se um amigo e companheiro de trabalho”.

Seja o primeiro a comentar on "Apresentação mostra importância dos cães no sistema prisional e encanta estudantes"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*