Agência reguladora reduz captação de água de reservatórios do Distrito Federal


A Agência Reguladora de Água, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) anunciou hoje (20) a redução na captação de água nos reservatórios de Santa Maria e do Descoberto, que abastecem o DF e estão com níveis baixos.

A captação média do Reservatório do Descoberto será reduzida de 3,8 mil litros por segundo para 3,5 mil litros por segundo. Em Santa Maria, a captação da água será limitada a 500 litros por segundo. Atualmente, são drenados 880 litros por segundo do reservatório.

O novo limite foi definido por causa do baixo nível dos reservatórios do DF, que deveriam estar acima de 60% da capacidade. De acordo com o diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles, o Reservatório de Santa Maria, por exemplo, levará quatro anos para atingir o nível suficiente.

Segundo Salles, como a perspectiva é que 2017 seja um ano seco, é importante economizar agora para que a população não sofra mais com a falta d’água. “Teremos uma longa travessia pela frente, um período de seca, e é importante poupar agora, enquanto está chovendo.”

A Caesb, companhia de abastecimento local, tem até o dia 6 de março para se adaptar aos novos limites de captação. A companhia cogita tomar medidas como rodízio de água. Os moradores serão avisados de eventuais restrições com pelo menos três dias de antecedência.

As cidades do DF abastecidas pelo Reservatório do Descoberto enfrentam racionamento de água desde janeiro, com um dia de corte no abastecimento a cada seis.

Às 7h30 de hoje, o nível do Reservatório do Descoberto estava em 37,49%, e o de Santa Maria, em 45%.

Seja o primeiro a comentar on "Agência reguladora reduz captação de água de reservatórios do Distrito Federal"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*