Campanha de prevenção busca reduzir doenças sexualmente transmissíveis

Serão distribuídos preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante, além da colocação de dispensadores em quiosques, bares e restaurantes

Para chamar a atenção sobre a importância do sexo seguro com uso de preservativos no Carnaval 2017, a Coordenação Estadual de Doenças Sexualmente Transmissíveis/AIDS e Hepatites Virais (DST/AIDS-HV) estará neste sábado, 27, na Praça Beira Rio, com a campanha “Agite, brinque, solte a franga, extravase, festeje, mas não esqueça da camisinha!”.

A iniciativa inclui distribuição de preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante, além da colocação de dispensadores de preservativos alternativos nos quiosques, bares e restaurantes. A ação contará com a participação de técnicos da coordenação de DST/AIDS-HV, acadêmicos da Universidade Federal do Amapá, membros do projeto Viva Melhor e voluntários.

O foco principal da campanha é a redução dos casos das doenças sexualmente transmissíveis no Estado com o uso de preservativos. “No carnaval as pessoas extravasam, mas é preciso ter responsabilidade e a camisinha é o único meio eficaz de proteção. Por isso a importância de trabalharmos a prevenção neste período”, destacou Florinaldo Pantoja, da coordenação estadual de DST/AIDS-HV.

Distribuição de preservativos
Desde o início do mês de fevereiro a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (CVS) e a Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (CAF), colocaram à disposição 250 mil camisinhas masculinas, 50 mil femininas e 50 mil saches de gel lubrificante para as ações de prevenção que serão administradas pelas secretarias municipais de saúde de todo o Estado durante o carnaval.


Seja o primeiro a comentar on "Campanha de prevenção busca reduzir doenças sexualmente transmissíveis"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*