Investimentos de R$ 3 milhões no “Crédito Solidário” e linha de crédito para artistas

Foto: Bruno Zanardo/Secom

O Amazonas ganha cada vez mais novos empreendedores com a ajuda do Governo do Estado, que na manhã desta quinta-feira, 6 de abril, realizou a assinatura do contrato de financiamento com 32 pessoas que foram aprovadas junto ao programa “Crédito Solidário”, promovido pelo Fundo de Promoção Social (FPS), que este ano terá investimentos de R$ 3 milhões. Durante a solenidade, o governador José Melo, ainda anunciou a criação de uma nova linha de crédito, desta vez voltada para os artistas da região.

O evento, que aconteceu na sede do governo, na Compensa, zona oeste de Manaus, contou com a presença do vice-governador Henrique Oliveira, do secretário de Estado do Trabalho, Breno Ortiz, do diretor-presidente da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Alex Del Giglio e da secretária executiva do FPS, Vânia Cyrino, além de deputados Estaduais. Com esta ação, o FPS liberou o montante de R$ 64 mil em crédito apoiando empreendedores que desenvolvem pequenas iniciativas econômicas.

“O Crédito solidário é mais uma das ações do grande leque do FPS. Um valor destacado do Fundo para a Afeam, que disponibiliza um valor para quem quer trabalhar e precisa de uma oportunidade. Para aquelas pessoas que não tem condições sequer de ter um avalista, sem nenhum juro, com tempo para pagar e ainda com seis meses de carência. Ou seja, é absolutamente importante para quem não tem de onde tirar e precisa investir para ter uma fonte de renda”, explicou o governador.

Artistas

Ainda durante o evento, José Melo anunciou a criação de uma linha de crédito de até R$ 5 mil dentro da Afeam, exclusiva para os artistas do Amazonas. “Vamos fazer um crédito dentro do Banco do Povo para os artistas, para que aqueles que têm talento, também possam comprar seus instrumentos e desenvolver sua arte. E vai funcionar assim, depois de pagar o primeiro empréstimo, o cidadão poderá contratar outro em um valor maior”, explicou.

O crédito

Desenvolvido sob a orientação da presidente de honra do FPS, a primeira-dama Edilene Gomes de Oliveira, o Crédito Solidário beneficiou mais de 400 famílias em 2016, com investimentos de cerca de R$ 660 mil. O programa é executado em parceria com a Setrab.

Com a iniciativa é possível obter financiamentos de no mínimo R$ 200 e no máximo R$ 2 mil, sem juros. Com o recurso em mãos, o beneficiado tem até seis meses para começar a pagar. O valor pode ser quitado em até dois anos, o que facilita para pessoas como Neio Lucius Bezerra, um dos beneficiados da assinatura do contrato e que pretende investir na produção de sorvetes.

“Eu fiquei desempregado e encontrei muita dificuldade em me inserir no mercado então resolvi empreender, mas não tinha recursos. Agora, com este apoio, vou desenvolver meu negócio e garantir que ele cresça cada vez mais e, quem sabe, me tornar um empresário que emprega pessoas”, disse ele.

Com uma história parecida, Gercilene Conde trabalha como cabeleireira há 14 anos e precisava de dinheiro para comprar produtos. “Agora posso adquirir itens mais modernos para agradar a minha clientela e atrair ainda mais pessoas para o meu salão, algo que não conseguiria fazer sozinha”, afirmou.

Programação

Este ano, o FPS iniciou o calendário de atendimento para cadastrar novos interessados em obter o crédito social. Ao todo, mais de 1,5 mil pessoas iniciaram processo para solicitação de crédito nestas duas ações.

Depois do Centro do Idoso da Aparecida, o programa voltará a fazer a cadastro de interessados no mês de maio. Nos dias 3 e 4 de maio, a ação ocorrerá no Centro Estadual de Convivência da Família 31 de Março, que fica na Rua 21, conjunto 31 de Março, no Japiim, zona sul. Na sequência, nos dias 8 e 9 de maio, o atendimento ocorrerá no Centro Estadual de Convivência da Família André Araújo, localizado na rua 05, s/nº, conjunto Costa e Silva, Raiz, zona sul.

Seja o primeiro a comentar on "Investimentos de R$ 3 milhões no “Crédito Solidário” e linha de crédito para artistas"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*