Tendências de Tecnologia da Informação para 2017

Por Cláudio Boghi

Mais um ano se inicia e novas tendências surgem, enquanto outras, são aperfeiçoadas. Abaixo, são mostradas 10 tendências para 2017.

1-) Dispositivos interativos e inteligência artificial – Para a equipe da consultoria TrendWatching, cada vez mais os produtos vão interagir com os seus donos e estarão dotados de inteligência artificial. O Google, com o aparelho Google Home, é um dos pioneiros nessa área. Com aspecto de caixa de som, o produto se conecta a todos os serviços Google do usuário, como e-mails, calendário e fotos. Por comando de voz, é possível fazer perguntas, pedindo que ele cheque compromissos, leia e-mails, informe a previsão do tempo ou toque uma música.

2-) Os Wearables para vestuário e acessórios – mais comentados por ora são os relógios inteligentes ou smartwatches.

3-) Carros Autônomos – teremos cada vez mais uma melhora dos carros autônomos em relação a segurança para o final do ano de 2017, pois a tecnologia embutida pelas empresas nos seus carros, como o Google, a Volkswagen e a BMW, estão mais exigentes porque estão corrigindo erros que os mesmos possam acarretar para o usuário.

4-) Cloud – A nuvem é uma ferramenta que derruba barreiras para pequenas empresas e startups ao tornar os recursos computacionais mais baratos e flexíveis. As empresas pagam pelo que consomem, sem precisar investir em infraestrutura própria

5-) Realidade Virtual (VR) e Realidade Aumentada (AR) – As chamadas tecnologias absorventes transformam a forma como os indivíduos interagem uns com os outros e com os softwares. Embora a VR tenha chegado associada aos jogos, a tecnologia tem potencial muito maior. A realidade virtual pode ser empregada, por exemplo, em treinamento, em sala de aula ou no trabalho

6-) Big Data – O investimento para ter uma tecnologia como esta começa a ficar mais interessante no segundo semestre de 2017 e promissor para 2018.

7-) Segurança – Um desafio muito grande é aperfeiçoar cada vez mais a segurança dos dados nas nuvens (cloud), na internet das coisas e no seu próprio ambiente de trabalho (data center próprios). Teremos mais profissionais em 2017 nesta área, pois é uma boa notícia para quem quer trabalhar neste segmento. Deverá crescer no Brasil Startups de segurança cibernética.

😎 Computação Cognitiva – Sistemas cognitivos existem em serviços como o Watson, da IBM, que interpretam uma enorme quantidade de dados e conseguem tirar conclusões a partir deles. Algumas empresas brasileiras já estão usando esta tecnologia que vai ser mais forte ainda em 2018.

9-) Internet das Coisas – está tornando o mundo mais inteligente e vai impulsionar o mercado mundial no ano que vem e para o Brasil mais para o segundo semestre de 2017, criando novos produtos como: sensores automobilísticos, sistemas GPS, aplicativos que monitoram pacientes cardíacos, medem pressão, tênis que transmitem dados do exercício do atleta para o celular, que via aplicativo analisa o desempenho entre outros.

10-) Coisas Inteligentes – São as coisas físicas que superam os modelos de programação rígidos, ou seja, se sofisticaram para agir com mais naturalidade com as pessoas e o ambiente em que está. Este conceito, vem da Internet da Coisas, que são novos aparelhos sendo incorporados ao nosso dia a dia, tornando as rotinas mais convenientes e simples.


Cláudio Boghi é docente do curso de tecnologia da Universidade Anhembi Morumbi


Seja o primeiro a comentar on "Tendências de Tecnologia da Informação para 2017"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*