Em evento internacional, Brasília é reconhecida por cultura de paz

A prefeita de Madri, Manuela Carmena, e o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, receberam o Prêmio de Capital Ibero-americana da Paz durante a abertura do 1º Fórum Mundial sobre as Violências Urbanas e Educação para a Convivência e a Paz, nesta quarta-feira (19), em Madri, na Espanha. Foto: Prefeitura de Madri
Governador Rodrigo Rollemberg recebeu o prêmio nesta quarta-feira (19) em Madri, na Espanha

O governador Rodrigo Rollemberg recebeu por Brasília, nesta quarta-feira (19), o Prêmio de Capital Ibero-americana da Paz. A entrega ocorreu em Madri, durante a abertura do 1º Fórum Mundial sobre as Violências Urbanas e Educação para a Convivência e a Paz.

“É o reconhecimento a um esforço de promover a cultura da paz e o respeito à diversidade. Ainda estamos muito distantes do que queremos, mas isso nos anima a continuar perseguindo o objetivo de construir uma cidade cada vez melhor para se viver, mais generosa e amorosa”, falou o governador.

A capital espanhola também foi homenageada. Rollemberg e a prefeita de Madri, Manuela Carmena, receberam o prêmio das mãos de Luis Revilla, prefeito de Laz Paz, na Bolívia, copresidente da União das Cidades e Capitais Ibero-americanas (UCCI) e presidente da Associação de Governos Locais da África do Sul.

“Experiências bem-sucedidas em Brasília podem servir de modelo, como também essa troca de boas práticas políticas entre os países”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Brasília foi escolhida por ganhar destaque com políticas públicas contra a violência, em especial o programa Viva Brasília – Nosso Pacto Pela Vida, que envolve a colaboração entre a comunidade, as polícias e diversos outros órgãos de governo.

“O Brasil é um país muito diverso, mas experiências bem-sucedidas em Brasília podem servir de modelo, como também essa troca de boas práticas políticas entre os países”, acrescentou Rollemberg após receber a honraria.

O Fórum Mundial sobre as Violências Urbanas

A mudança climática, a desigualdade, a discriminação, a imigração e a chegada de refugiados foram alguns dos desafios mais urgentes listados pelos participantes do primeiro dia do evento em Madri.

Autoridades destacaram a importância de as administrações públicas das cidades inserirem iniciativas pela paz nas estratégias de governo.

Com mais de 2,5 mil inscritos, o 1º Fórum Mundial sobre as Violências Urbanas e Educação para a Convivência e a Paz segue até sexta-feira (21).

Organização custeou viagem do governador

Os custos com passagens aéreas e hospedagem do governador foram arcados pela UCCI. Já as diárias dos dias anteriores ao evento ficaram sob custeio de Rollemberg, com recursos próprios, bem como todos os gastos referentes à esposa dele, Márcia Rollemberg, que o acompanha na viagem.

A equipe de apoio foi reduzida ao máximo. Apenas um segurança e um ajudante de ordem tiveram as despesas bancadas com dinheiro público para acompanhar o chefe do Executivo local.

Também com passagens e hospedagem arcadas pela organização internacional, a chefe da Assessoria Internacional do governo de Brasília, Renata Zuquim, e uma servidora do setor participam do fórum até sábado (22).

Na ausência de Rollemberg, que volta para a celebração do aniversário de Brasília, elas seguem cumprindo a agenda do evento.

Seja o primeiro a comentar on "Em evento internacional, Brasília é reconhecida por cultura de paz"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*