Satélite vai democratizar acesso à banda larga no país, diz Temer

Primeiro satélite geoestacionário brasileiro para defesa e comunicações estratégicas é lançado ao espaço Marcello Casal Jr/Agência Brasil


O presidente Michel Temer disse hoje (4) que o satélite geoestacionário brasileiro para defesa e comunicações estratégicas, lançado na noite desta quinta-feira, “revelará um grande avanço tecnológico” para o Brasil.

“Vamos democratizar o fenômeno digital do nosso país, já que a banda larga vai atingir todos os recantos do Brasil. Ou seja, quem tiver no Amazonas, ou em outro canto, poderá ter acesso à banda larga. É um grande momento para o nosso governo e para o povo brasileiro”, disse o presidente, após acompanhar o lançamento do satélite.

Brasília - O presidente Michel Temer acompanhado dos ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Ciência, Gilberto Kassab, durante coletiva após o lançamento do satélite geoestacionário brasileiro (Valter Campanato/A

O presidente Michel Temer acompanhado dos ministros da Defesa, Raul Jungmann, e da Ciência, Gilberto Kassab, durante coletiva após o lançamento do satélite geoestacionário brasileiroValter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, disse que o satélite vai permitir o acesso à banda larga em escolas públicas e em unidades básicas de Saúde. “Apenas no Ministério da Educação, em um convênio já celebrado com a Telebras, são 7 mil pontos mapeados de equipamentos públicos municipais, estaduais ou da União que serão em alguns meses dotados de equipamentos que permitirão o acesso à banda larga, fazendo com que a educação seja de melhor qualidade”.

Segundo Kassab, graças à transferência de tecnologia adotada na construção do satélite geoestacionário, em algumas décadas, o país terá soberania para produzir seus próprios satélites.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que esse será o primeiro satélite operado estritamente por brasileiros, permitindo a soberania e a independência do país na área militar. “As comunicações estratégicas do governo estarão blindadas de qualquer tentativa de obter essas informações que são essenciais para os brasileiros e brasileiras”.

O lançamento do satélite foi feito do Centro Espacial de Kourou na Guiana Francesa.

Seja o primeiro a comentar on "Satélite vai democratizar acesso à banda larga no país, diz Temer"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*