Com Programa Cisternas, agricultores de Buriticupu garantem produção o ano todo


A rotina no município de Buriticupu era sempre a mesma: se produzia quando o período de chuvas começava. Depois disso, a estiagem era quem ditava a regra nas lavouras dos agricultores familiares, e, nessa época, não havia produção. Hoje, com uma cisterna instalada na propriedade do seu João de Deus, morador do povoado Vila 21 de Maio, a realidade é outra.

Por meio do Programa Cisternas – Segunda Água, desenvolvido no Maranhão pelo Sistema da Agricultura Familiar, a partir do convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), seu João de Deus agora tem a oportunidade de captar a água das chuvas e armazená-la para não parar sua produção quando o período das secas chegar em Buriticupu.

“Agora aqui história é outra! A minha produção nunca para, mesmo quando não tem chuva, com a cisterna eu posso guardar água e utilizar para irrigar minhas hortas, e, ainda, dar de beber e preparar alimentação para as galinhas que crio. Posso me alimentar e também ganhar uma rendinha extra!”, contou o agricultor com entusiasmo.

O agricultor é um dos que estão sendo beneficiados com o Programa que visa armazenar água para o período de estiagem dando condições de produção no período em que as chuvas cessam. A previsão do Governo do Estado é de construir 4.067 cisternas até agosto de 2018, beneficiando 16 municípios, destes, oito fazem parte do Plano ‘Mais IDH’. A ideia é atender, em média, 9 mil famílias de trabalhadores rurais.

Os municípios de Buriticupu, Arame e Santana são os primeiros beneficiados com o projeto e já estão com água armazenada. Além das cisternas, que têm capacidade de armazenamento de 25 mil litros, serão construídos ainda arranjos produtivos, como galinheiros, produção de hortaliças ou pocilgas, à escolha do produtor, que vai auxiliar ainda mais no complemento da renda familiar.

Para o secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o Programa Cisternas possibilita mais autonomia ao agricultor familiar. “Com a possibilidade de armazenamento de água, o agricultor pode manter sua produção o ano inteiro, aumentar a renda e ter uma vida digna”, pontuou.

Só em Buriticupu, o Governo do Estado já instalou 103 cisternas, destas, 56 já estão com as unidades produtivas instaladas, caso do seu João de Deus que já produz hortaliças e cria galinhas para o seu sustento e renda. Os alimentos produzidos pela família do agricultor já estão sendo comercializados na comunidade e em feiras livres municipais.

De acordo como presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), Júlio Mendonça, “o Programa Cisternas vem preencher a lacuna da escassez fornecendo água para o consumo básico e um arranjo produtivo que vai dar segurança alimentar e renda às famílias”.

 

 

Programa Cisternas está mudando a realidade de produtores e agricultores de municípios maranhenses. (Foto: Divulgação)

Seja o primeiro a comentar on "Com Programa Cisternas, agricultores de Buriticupu garantem produção o ano todo"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*