Produtores rurais recebem garantia de financiamento

Quase 100 contratos foram entregues pelo governador Rodrigo Rollemberg em cerimônia na AgroBrasília, na manhã deste sábado (20)

Cerca de 100 produtores rurais do Distrito Federal receberam a Concessão de Direito de Uso (CDU) como garantia de financiamento nas áreas públicas em que produzem. Entre eles, Amado José de Oliveira teve o benefício entregue diretamente pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

“Estou empolgado demais com essa oportunidade. Agradeço pela chance de trabalho”, disse o agricultor, emocionado, durante a cerimônia de entrega dos contratos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, na feira de exposição de produtos agropecuários, a AgroBrasília, na manhã deste sábado (20).

O produtor rural Amado José de Oliveira teve o benefício entregue diretamente pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg

O produtor rural Amado José de Oliveira teve o benefício entregue diretamente pelo governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

O governador destacou a segurança jurídica que o documento confere aos agricultores e seus familiares. “Garantimos a titulação direta dos produtores rurais do DF. Finalmente eles têm um documento com o qual podem vender (sua produção) e transferir (o direito de uso da terra) para os filhos”, observou.

“A preservação da área rural como tal é muito importante para manter a qualidade de vida”Rodrigo Rollemberg, governador de Brasília

Rollemberg pontuou que o valor do agricultor vai além da produção, pois ele impede a urbanização descontrolada, causada com parcelamentos da terra. “Se as áreas rurais estiverem preservadas, contribuem para a conservação hídrica do DF. A preservação da área rural como tal é muito importante para manter a qualidade de vida”, enfatizou.

Segundo o secretário de Agricultura, José Guilherme Leal, esses são os primeiros contratos entregues com base em nova lei de regularização fundiária das propriedades rurais do DF. “Temos 9,5% das áreas públicas da cidade e da Terracap aptas para autorizar a CDU. Vai ser o próximo passo a ser feito nesse processo”.

O microempreendedor do setor rural Vandir Rodrigues Nunes, recebeu a carta de crédito do governador

O microempreendedor do setor rural Vandir Rodrigues Nunes recebeu carta de crédito do governador. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Cartas de crédito entregues a microempreendedores rurais

Também foi distribuído, durante o evento, um total de R$ 372.771,45 em créditos, por meio do Prospera, para 23 microempreendedores do setor rural. Dentre eles, estava Vandir Rodrigues Nunes, que recebeu uma carta no valor R$ 15.172 do governador.

Com 21 anos, ele apresentou um projeto para receber o dinheiro do programa, com o objetivo de expandir a agroindústria familiar em que produz pães, biscoitos e bolos, com uso de legumes como abóbora e mandioca.

“Eu tenho dois hectares.  Com o financiamento, planejo começar a plantar banana em um agora, e daqui a um ano usar o lucro para plantar no outro. Com o lucro dos dois, posso comprar mais um pedaço de terra e expandir o negócio depois”, explicou Nunes.

“Com o lucro, posso comprar mais um pedaço de terra e expandir o negócio depois”Vandir Rodrigues Nunes, microempreeendedor rural

Para Rollemberg, investimentos como o do Prospera são um retorno merecido para os agricultores. “São pessoas cujo trabalho coloca comida na mesa da população. É um momento de felicidade fazer justiça aos produtores rurais.”

Segundo o secretário-adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour, da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, dos R$ 9,9 milhões de crédito liberados em 2016, 45% foram para a área rural, e o plano é manter essa proporção.

“Neste ano, nós já concedemos R$ 737 mil de crédito para a área rural, dentre o R$ 1,3 milhão liberado. A nossa meta de empréstimos do Prospera para 2017 é de R$ 11 milhões”, detalhou Jarjour.


Seja o primeiro a comentar on "Produtores rurais recebem garantia de financiamento"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*