Farmácia Paraná de Curitiba e região chega a 100 mil atendimentos em 2017

A unidade curitibana do programa Farmácia do Paraná está fechando o mês de maio com quase 100 mil atendimentos, desde o início do ano. Localizado no centro da capital, o serviço é responsável por distribuir medicamentos de alto custo e uso contínuo para cerca de 28 mil pessoas de Curitiba e mais 19 municípios da Região Metropolitana.

No local, o Governo do Estado oferece 232 tipos diferentes de medicamentos para o tratamento de pelo menos 80 doenças, entre elas o mal de alzheimer, parkinson, esclerose múltipla e hepatite. Há também aqueles medicamentos específicos para pessoas que foram submetidas a transplante de órgãos.

A farmácia, uma das maiores farmácias públicas do país, terá sua área física ampliada em 33%. A medida permitirá a abertura de três novos consultórios farmacêuticos e de assistência social. “O número de pessoas que buscam a rede pública para receber medicamentos vem crescendo mês a mês. Por isso, estamos tomando todas as providências necessárias para garantir mais conforto aos usuários, mesmo com esse volume maior de pacientes”, declarou o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

REFORÇO – Nos últimos trinta dias, a equipe da Farmácia do Paraná também recebeu um importante reforço com a contratação de 15 novos profissionais que atuarão na Capital. A equipe da unidade central conta agora com 104 profissionais, entre farmacêuticos, auxiliares de farmácia, médicos, enfermeiros, administradores, nutricionistas, assistentes sociais e técnicos administrativos.

Para o diretor da 2ª Regional de Saúde Metropolitana, Guilherme Graziani, todas estas ações vão impactar diretamente na qualidade da assistência ofertada à população. “São mudanças que complementam todo o processo de transformação que estamos promovendo na nossa farmácia estadual. Tudo começou com a mudança de prédio, que não oferecia o mínimo de condição para abrigar este tipo de serviço com a qualidade que a população merece”, explica.

No antigo prédio, anexo à 2ª Regional de Saúde, havia apenas 10 guichês de atendimento. O serviço funcionava em um espaço insuficiente para o tamanho da demanda. Hoje a farmácia está localizada na esquina da Rua Marechal Floriano Peixoto com a Rua Marechal Deodoro e conta com 24 guichês de atendimento ao público e cinco consultórios para atendimento individualizado.

Melhorias no prédio garante atendimento mais qualificado à população

Ao todo, o governo estadual investiu R$ 4,2 milhões na reforma da nova farmácia, além de R$ 192 mil na estruturação da rede de frio e R$ 284 mil na aquisição de mobiliário e equipamentos. A unidade também foi totalmente equipada com câmeras de segurança.

Quem acompanhou toda esta mudança foi o autônomo Sidnei Kimura, que retira medicamentos todos os meses para sua mãe. “Aqui ficou bem melhor. Lá na outra unidade era mais complicado, muito apertado para tanta gente”, disse ele, que frequenta a farmácia há três anos.

Além de oferecer espaços mais amplos, o grande diferencial do novo prédio foi a possibilidade de implantar consultórios farmacêuticos para o aconselhamento dos usuários. Uma iniciativa inovadora que hoje é considerada modelo no país.

A nutricionista Elaine Cristina Allergoni, cujo filho tem psoríase, relata que ficou surpresa com o atendimento recebido desde o primeiro dia. “Fui atendida pela farmacêutica com horário agendado e pude tirar dúvidas sobre a doença, o medicamento e como seria o tratamento do meu filho. Isso me deixou bem mais tranquila”, conta ela.

Já a aposentada Coraci Borges da Costa destaca a importância do serviço para quem depende de medicamentos para sobreviver. “Sofro com crises de asma e sem os remédios talvez eu não estivesse mais viva. Tenho muitas dificuldades para respirar e se fosse obrigada a comprá-los, seria bem difícil”, afirmou.


Seja o primeiro a comentar on "Farmácia Paraná de Curitiba e região chega a 100 mil atendimentos em 2017"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*