Margarete discute em Brasília Plano Estadual de Segurança com desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso

Vice-governadora Margarete Coelho em reunião com a desembargadora Maria do Carmo Cardoso (Doroty Amaral)


O plano está alinhado com o Pnud e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

 

O Plano de Segurança Pública do Piauí, que está em construção, foi pauta de audiência, nessa terça-feira (23), em Brasília, com a vice-governadora Margarete Coelho; a diretora de Gestão Interna de Segurança Pública, a desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso, membro do Comitê Permanente da América Latina para Prevenção do Crime (Coplad/Ilanud). O encontro foi para dialogar sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Em elaboração por meio das secretarias da Segurança, Planejamento e Governo do Estado, o plano de segurança tem como eixo a implantação dos ODSs como forma de prevenir o crime e a violência. O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) participa da construção  do plano de segurança para alinhar as políticas de acordo com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e interiorizá-las nos territórios de desenvolvimento.

 

De acordo com a vice-governadora Margarete Coelho, o Estado tem como objetivo trabalhar de maneira estratégica com as diretrizes do Coplad, o qual aponta a urbanização como motor de desenvolvimento e de geração de valor com enfoque integrado, governança multinível, participação e contribuição de todos os atores com impacto econômico e ambiental.

“Apresentamos nosso planejamento para a desembargadora Maria do Carmo Cardoso, ela que tem uma vasta experiência nas questões de mediação de conflitos e é membra do Coplad, programa ligado à ONU que trabalha com questões de redução de criminalidade vinculado com urbanização. Ouvimos a desembargadora, já que ela se dispôs a nos contar sobre essa experiência visando colocar o estado do Piauí nesse programa a fim de que nós possamos receber assessoria na elaboração do nosso Plano de Segurança Pública. Foi uma visita extremamente importante para o Piauí”, informou Margarete.

A diretora de Gestão Interna da Secretária da Segurança Pública, Eugênia Villa, que também participou da audiência junto com o juiz federal do Estado do Piauí, Régis de Souza, destacou a oportunidade de conhecer o trabalho da desembargadora federal.

“Saber mais sobre esse programa que trabalha na questão da implementação dos objetivos do desenvolvimento sustentável da ONU é importante para pautar nossas ações de segurança. O nosso Plano de Segurança está alinhado com o Pnud e os ODSs.  Nas nossas plenárias pelos 12 territórios do estado contemplamos a participação de técnicos  do Pnud em todas elas e os cincos eixos temáticos foram construídos a partir dessa ideia do desenvolvimento sustentável”, destacou Villa.

A vice-governadora enfatizou o comprometimento do Estado com a Agenda Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  “A perspectiva é oferecer um desenvolvimento com segurança. Ouvimos da desembargadora a preocupação com essa temática e também da questão da urbanização. Pontuando em que medida a urbanização influencia ou não o aumento ou a redução da criminalidade. A produção do planejamento, a partir dos ODSs é essencial para montar estratégias no combate e prevenção ao crime. A ONU tem essa preocupação, tendo em vista que, na América Latina, as cidades estão crescendo, mas a densidade demográfica baixando, e isso não é sustentável. Por isso, realizamos nos Territórios, com base nos dados  estatísticos, com a finalidade de discutirmos ações e ajustarmos o foco de acordo com a realidade do território ”, finalizou Margarete Coelho.

Seja o primeiro a comentar on "Margarete discute em Brasília Plano Estadual de Segurança com desembargadora federal Maria do Carmo Cardoso"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*