Recursos emergenciais do governo federal têm previsão de chegada para esta quinta

Recursos serão utilizados na assistência as famílias afetadas pelas chuvas na capital e no interior do Estado - Thiago Sampaio


Valores saltaram de R$ 12 para R$ 13 milhões, informa o governador Renan Filho

 

O governador Renan Filho informou que os recursos da ordem de mais de R$ 13 milhões, destinados pelo governo federal, devem chegar ao Estado ainda nesta quinta-feira (1º). A ajuda financeira emergencial será utilizada na assistência as famílias afetadas pelas chuvas na capital e no interior do Estado.

“Inicialmente eram R$ 12 milhões, mas na quarta-feira (31) os valores aumentaram em virtude do número de municípios atingidos. Serão pouco mais de R$ 13 milhões para a assistência as famílias nesse primeiro momento. Falava-me, ontem, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, que os recursos estão sendo disponibilizados a partir de hoje”, disse o governador.

Ele esteve em Brasília na terça e quarta feira passadas, onde viabilizou os recursos com base no decreto de situação de emergência de 27 municípios alagoanos, incluindo a capital. Renan Filho garantiu ainda a instalação de um Hospital de Campanha do Exército, que vai se fixar nos próximos dias em Marechal Deodoro e atenderá as populações deste e de outros dois municípios vizinhos: Pilar e Atalaia, os três mais afetados pelas chuvas.

PAC

Além dos recursos para a emergência e assistência as famílias, Renan Filho trabalha para garantir investimentos que garantam a execução de obras de prevenção e evitem tragédias anunciadas, a exemplo das enchentes cíclicas que afligem Alagoas e os deslizamentos de encostas. A ideia é incluir essas obras no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A proposta foi apresentada ao ministro da Integração Nacional, juntamente com os projetos.

“Eu combinei isso com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho: o Governo do Estado tem um projeto pronto de contenção de enchente, que foi enviado na quarta-feira (31), e também para conter deslizamentos de encostas na capital”, revelou Renan Filho.

De acordo com ele, o projeto de contenção de enchentes consiste na construção de barragens no interior do Estado e o de contenção de encostas na capital, sobretudo nas grotas.

“São obras muito importantes. Foram nessas áreas na capital onde nós vimos mais pessoas morrerem em virtude de deslizamentos de barreiras”, observou Renan Filho.

O governador informou, ainda, que vai contratar, emergencialmente, empresas especializadas que vão cuidar da “limpeza fina” das cidades, após as águas baixarem.

Mobilização

Pessoalmente, Renan Filho coordenou, na manhã desta quinta-feira (1), a saída das equipes mobilizadas para prestar assistência as populações dos oito municípios mais atingidos pelas chuvas no interior do Estado. A concentração aconteceu no Auditório Aqualtune, no Palácio República dos Palmares.

Após um café da manhã, mais de 400 pessoas, a maioria servidores, se deslocaram em vans e em ônibus às cidades do Pilar, Marechal Deodoro, Atalaia, Jacuípe, Chã Preta, Viçosa, Cajueiro e Colônia Leopoldina.

O governador e secretários de Estado participam das ações assistenciais. A Secretaria de Estado da Ressocialização (Seris) mobilizou 60 reeducandos para atuarem na limpeza das cidades atingidas.

“As equipes vão identificar quais são as necessidades prioritárias para que a gente crie os meios e a ajuda chegue até lá. Já estamos trabalhando desde o primeiro dia: enviamos medicamentos, alimentos, roupas, médicos e também voluntários e hoje (1) estamos enviando mais de 400 pessoas para auxiliar as prefeituras e as vítimas das chuvas”, explicou o governador.

Ele garantiu que as ações continuam pelos próximos 20 dias, até que o Estado volte à normalidade. “Depois vamos lutar para resolver os problemas estruturais: buscar um novo local para as pessoas que ficaram desabrigadas em definitivo, viabilizar moradias. Um governo vivo faz isso: ele pulsa, se mobiliza, se aproxima do cidadão e mostra que está presente”, arrematou.

Seja o primeiro a comentar on "Recursos emergenciais do governo federal têm previsão de chegada para esta quinta"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*