Centros Integrados reduzem número de homicídios em até 85% no interior

Cisp de Cajueiro inaugurado em maio deste ano - Foto: Márcio Ferreira

Sete municípios alagoanos já contam com estrutura em funcionamento; meta da SSP é chegar a 26 unidades até final de 2017

 

 

A instalação dos Centros Integrados de Segurança Pública já resultou na redução de até 85% nos números de homicídios registrados nas sete cidades do interior de Alagoas onde as unidades já estão em funcionamento. O levantamento foi realizado pelo Núcleo de Estatística e Análise Criminal (Neac), da Secretaria de Estado da Segurança Pública, que aponta também o aumento significativo no número de apreensões de drogas e armas em todos os municípios onde as estrutura foi implantada.

Desde dezembro de 2016, já foram entregues os Cisps de Boca da Mata, Murici, São José da Tapera, São José da Laje, Girau do Ponciano, Ouro Branco e Cajueiro. De acordo com o secretário de Estado da Segurança Pública, Lima Junior, a meta do Governo de Alagoas é chegar a 26 unidades do Cisp em funcionamento até o final de 2017.

“A projeção do governador Renan Filho e da Secretaria de Segurança Pública é que até o fim deste ano nós tenhamos o total de 20 Cisps tipo 1, que são os modelos já instalados em sete municípios, além de seis unidades tipo 2, que irão integrar Batalhões de Polícia Militar e Delegacias Regionais”, disse Lima Junior.

Segundo o relatório do Neac, o município com maior índice de redução no número de homicídios é Ouro Branco. Nos últimos seis meses, apenas um assassinato foi registrado no município, uma redução de 85,7% em relação ao mesmo período de 2016. Na cidade, a ocorrência de roubos também apresentou queda de 26,1%.

Em Murici, desde a implantação do Cisp, o número de homicídios caiu de 17 ocorrências no primeiro semestre de 2016, para oito no mesmo período deste ano, registrando uma diminuição de 52,9%. Nesse primeiro semestre foram apreendidas 24 armas de fogo e o registro de boletins de ocorrência subiu em 29,2%.

Já em Boca da Mata, três pessoas tiveram mortes violentas no primeiro semestre deste ano, uma redução de 72,7% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando 11 casos foram registrados. De janeiro a junho deste ano, as equipes que atuam no Cisp de Boca de Mata apreenderam sete armas de fogo e verificaram um aumento de 51,7% no número de boletins de ocorrência abertos pela população.

Ainda de acordo com os dados apresentados pelo Neac, o número de homicídios registrados em São José da Tapera caiu pela metade, com sete neste primeiro semestre e 14 no mesmo período em 2016. De janeiro a maio deste ano, foram apreendidas seis armas de fogo e o registro de boletins de ocorrência subiu em 10,4%.

Em São José da Lage houve uma redução de 20% nos casos de homicídio desde a instalação do Cisp. Foram registrados 12 casos nesse período, contra 15 no mesmo período de 2016. No primeiro semestre, as ocorrências de roubo caíram 39,5%, 12 armas de fogo foram apreendidas e houve um aumento de 29,3% no registro de boletins de ocorrência.

Com relação ao número de homicídios registrado nos primeiros semestres de 2016 e 2017, o município de Girau do Ponciano também apresentou uma redução de 50%, com cinco ocorrências. A queda no número de roubos registrados chegou a 36,5%.

Até mesmo na cidade de Cajueiro, onde o Cisp foi instalado no dia 17 de maio, já houve reflexo positivo no combate à criminalidade. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve uma redução de 21,4% no número de roubos registrado no município.

Para o secretário Lima Junior, os dados apresentados pelo Neac são resultado da integração das forças policiais e as melhores condições de trabalho e atendimento a partir da instalação das unidades do Cisp. “Os Cisps permitiram a ampliação de atendimento ao público em ambientes que oferecem melhor qualidade de instalação, tanto para o policial quanto para a comunidade. Temos o aumento no número de viaturas e policiais em serviço, que oferecem uma maior sensação de segurança, e estamos resgatando a dignidade dos policiais, que trabalhavam em condições precárias”, destacou o secretário.


Seja o primeiro a comentar on "Centros Integrados reduzem número de homicídios em até 85% no interior"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*