Caravana do Idoso movimenta estação de metrô na 112 Sul


O mutirão contou com exames clínicos, palestras, informações sobre órgãos de denúncia e esclarecimentos sobre direitos

A Caravana do Idoso, promovida pelo governo de Brasília nesta terça-feira (13), levou um mutirão de serviços públicos para pessoas da terceira idade à estação de metrô da 112 Sul. Das 13h30 às 17 horas, foram oferecidos, gratuitamente, exames de vista, aferição de pressão e de glicemia, além de informações sobre órgãos de denúncia e sobre direitos.

A dona de casa Maria Ivanira dos Santos fez exames oftalmológicos.

A dona de casa Maria Ivanira dos Santos fez exames oftalmológicos. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

A iniciativa foi da Coordenação dos Idosos, da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos. A caravana é uma das ações programadas em Brasília em apoio ao Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa, instituída em 15 de junho, desde 2006, pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A data, difundida no mundo pela Rede Internacional de Prevenção à Violência Contra a Pessoa Idosa, é um convite a reflexões em torno da necessidade de políticas públicas para essa faixa etária.

Teve participação especial no evento a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin).

“Poder cuidar da saúde e ficar por dentro dos meus direitos em um evento como esse é muito positivo”Maria da Graça, dona de casa

O órgão esclareceu dúvidas sobre tipos de crimes, orientou como denunciá-los e deu o passo a passo do funcionamento da Delegacia Eletrônica.

A dona de casa Maria da Graça, de 63 anos, considerou a iniciativa importante. “Não costumo sair muito. Poder cuidar da saúde e ficar por dentro dos meus direitos em um evento como esse é muito positivo”.

Também presente, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tirou dúvidas jurídicas de idosos e informou sobre seus direitos, entre os quais a gratuidade nos transportes públicos para maiores de 65 anos e o fornecimento de remédios, além de descontos em eventos artísticos, culturais e esportivos.

O Hospital Oftalmológico de Brasília ofereceu exames de retina e glaucoma. “O doutor me disse que está tudo bem, agora vou à advogada tirar algumas dúvidas sobre minha aposentadoria”, disse a dona de casa Maria Ivanira dos Santos, de 66 anos, após fazer as consultas clínicas.

O secretário do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Gutemberg Gomes, destacou a importância da caravana. “Aproveitamos para falar sobre a nossa rede de proteção aos idosos, o Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social] e a Decrin, e para conscientizar a população com campanhas educativas.”

Outros órgãos, como o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Secretaria de Fazenda, o Conselho dos Direitos do Idoso e o Geap (plano de saúde de servidores públicos) também participaram do evento.

Outras ações durante o mês

Em 21 de junho, a Coordenação dos Idosos participará, como parceira, do 2° Simpósio de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, no Auditório 3 da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade de Brasília (UnB), das 8 às 17 horas.

A secretaria também tomou a iniciativa de iluminar o Palácio do Buriti na cor lilás, durante todo o mês de junho, em apoio ao Dia de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa.

2° Simpósio de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa

Em 21 de junho (quarta-feira)
Das 8 às 17 horas
No Auditório 3 da Faculdade de Saúde da UnB
Entrada franca

Seja o primeiro a comentar on "Caravana do Idoso movimenta estação de metrô na 112 Sul"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*