Pesquisa aponta que taxa de ocupação nos hotéis acreanos é de quase 60%

Pesquisa aponta que a taxa de ocupação em hotéis da capital chega a 58,94% (Foto: cedida)


Em pesquisa feita pela Secretaria de Turismo e Lazer (Setul), comprovou-se que a taxa de ocupação em 2017 dos principais hotéis de Rio Branco é de 58,94%, número que vai contra a outras capitais brasileiras, em que, de acordo com a Revista Exame, a estimativa feita pelos executivos do setor chega a porcentagens mais baixas do que o esperado.

Um dos fatores que contribuem para que o trade acreano (composto por hotéis, restaurantes e empresas de transporte, entre outros equipamentos turísticos) permaneça aquecido são as campanhas promovidas pela Setul.

A #PartiuAcre, por exemplo, foi lançada em 2015, e visa oferecer aos moradores do Acre descontos e pacotes de hospedagem durante os fins de semana. Entre as redes que aderiram ao movimento, estão os hotéis Ibis, Holiday Inn Express, Resort Hotel e Guapindaia. Para participar, o hóspede local deverá comprovar residência apresentando documentos de identificação.

De acordo com a titular da Setul, Rachel Moreira, além da campanha, o Acre também vem recebendo diversas atividades que fomentam o turismo.

“Parte das forças que mantém os hotéis ativos ao longo do ano vem de eventos promovidos no Acre, como foram a 66ª Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e a Conferência Mundial da Ayahuasca. Além disso, há muita procura de empresários que vêm fazer negócios ou utilizam o estado como porta para ir a países da fronteira, como Peru e Bolívia”, diz.

A gestora ainda complementa que os concursos públicos promovidos neste ano também movimentaram bastante o setor hoteleiro: “Recebemos muita gente de outras cidades que vieram fazer os concursos da Polícia Militar e Civil. A expectativa é que a cidade fique movimentada novamente no dia 2 de julho, devido ao concurso da Procuradoria Geral do Estado”.

Seja o primeiro a comentar on "Pesquisa aponta que taxa de ocupação nos hotéis acreanos é de quase 60%"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*