Governo de Brasília fecha acordo para acompanhar projetos no Congresso

Sem custos para o DF, parceria com a CNI permite monitorar, por meio de sistema eletrônico, os interesses locais em âmbito federal

O governo de Brasília firmou, nesta quinta-feira (22), acordo de cooperação com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) para ter acesso ao Legisdata. O sistema permite acompanhar pela internet a tramitação de todas as proposições do Congresso Nacional.

Esse acesso vai facilitar o trabalho da Subsecretaria de Articulação Federal, da Casa Civil do DF, responsável por monitorar os interesses locais em âmbito federal. Hoje, são cerca de 150 projetos, ao todo, que a unidade acompanha na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

“Quando saí da Câmara, havia mais de 20 mil proposições tramitando. São inúmeros temas com repercussão direta no DF, precisamos da informatização”, afirma o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, que é servidor de carreira da Câmara dos Deputados e chegou a ser diretor-geral da Casa.

Servidores da Subsecretaria de Articulação Federal participaram da capacitação feita por uma equipe da CNI

Servidores da Subsecretaria de Articulação Federal participaram da capacitação para usar o Legisdata, feita por uma equipe da CNI. Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília

Capacitação de servidores da Casa Civil

Servidores da Subsecretaria de Articulação Federal responsáveis pelo acompanhamento do Legislativo e o subsecretário da pasta, Edvaldo Dias da Silva, serão capacitados de hoje (22) até segunda-feira (26) por uma equipe da CNI. Eles ficarão responsáveis por saber em que ponto da tramitação está cada proposição de interesse da capital.

“A ferramenta proporciona o controle das proposições legislativas de nosso interesse, e isso vai ocorrer para o governo de Brasília”, explica o gerente executivo adjunto da Unidade de Assuntos Legislativos da CNI, Godofredo Diniz. A divisão é responsável pela capacitação, que é ministrada pela gerente de Informações Legislativas, Brenda Granados.

O monitoramento pelo Legisdata é direcionado e com seleção de informações para os interesses de quem o utiliza. A CNI vende esse acesso para empresas, mas o acordo de cooperação não vai acarretar custos ao governo de Brasília.


Seja o primeiro a comentar on "Governo de Brasília fecha acordo para acompanhar projetos no Congresso"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*