Empreendimento habitacional na Restinga beneficia 500 famílias de baixa renda

Estado participa com uma complementação financeira na ordem de R$ 2,5 milhões - Foto: Jean P. H. Maidana /Ascom SOSH
A Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação (SOSH) integra o convênio que constrói 500 unidades habitacionais para a população de baixa renda no Bairro Restinga, em Porto Alegre. Coordenado pela Cooperativa Habitacional dos Funcionários do Dmae, o empreendimento ainda tem como parceiros a Caixa Econômica Federal e prefeitura de Porto Alegre.  

O investimento na construção dos residenciais Recanto das Laranjeiras, das Goiabeiras e das Pitangueiras superam os R$ 38 milhões, reunindo recursos do Ministério das Cidades, do município de Porto Alegre e do governo do Estado, que participa com uma complementação financeira na ordem de R$ 2,5 milhões.

Nessa quinta-feira (22), o secretário Fabiano Pereira vistoriou as obras acompanhado de representantes do Departamento Municipal de Habitação (Demhab) e da empresa responsável pela execução do projeto.

Com 98% do trabalho concluído, o Recanto das Laranjeiras está com as obras mais adiantadas e deve ser concluído em agosto. “O Estado é parceiro deste grande empreendimento, que vai garantir moradia digna a centenas de famílias que recebem até R$ 1,8 mil. Ainda neste ano, 100 famílias podem se mudar para a nova casa”, afirmou o secretário. O Demhab é o órgão municipal responsável pela infraestrutura pública no entorno dos residenciais.

Seja o primeiro a comentar on "Empreendimento habitacional na Restinga beneficia 500 famílias de baixa renda"

Faça um Comentário

Seu endereço de email não será mostrado.


*